Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Homem vegano fica 4 dias com braços dormentes e problemas na fala por falta de vitamina B12

A vitamina B12 é encontrada quase que exclusivamente em carnes, ovos e laticínios — alimentos que não fazem parte da dieta de um vegano

de Redação Jornal Ciência 0

Um homem virou alvo de publicação científica médica após parar no hospital com fortes sintomas de dormência e formigamento nos braços por 4 dias e problemas para falar.

O paciente de 39 anos, viveu os últimos 20 anos em uma dieta estritamente vegana — veganos excluem todos os derivados animais, como ovos e laticínios, e não somente a carne.

De acordo com o estudo, publicado na revista médica Cureus Journal of Medical Science, a deficiência de vitamina B12 era tão severa que ele lutava para conseguir encontrar palavras ao tentar falar.

A dormência nos braços durou 4 dias, acompanhada de sensações de “alfinetadas” nos braços, de acordo com o relatório. Ele ainda apresentou falta de ar, visão embaçada, cansaço extremo e tonturas.

Quando os médicos souberam que o paciente era vegano, fizeram exames de sangue, constatando níveis “zerados” de vitamina B12, além de taxas baixíssimas de plaquetas, glóbulos brancos e glóbulos vermelhos — tão baixas que os médicos não conseguiam acreditar.

A vitamina B12 é encontrada em derivados de animais como carnes, ovos e laticínios e quase não existe em plantas. Pode ser encontrada na forma de suplemento — altamente recomendada para veganos, que devem ter acompanhamento nutricional antes de iniciar o novo estilo de vida.

O papel da vitamina B12 é de extrema importância no corpo, sendo essencial para os nervos e os glóbulos vermelhos (células vermelhas do sangue) que transportam oxigênio pelo corpo.

Uma pessoa com deficiência de vitamina B12 pode sofrer danos irreversíveis ao sistema nervoso se não for tratada por mais de 6 meses após o início dos sintomas.

O homem — que não foi identificado no estudo para preservar sua imagem — apresentou melhora drástica em seu quadro de saúde após administração de altas doses de vitamina B12.

Foram necessárias 3 transfusões de sangue e injeções diárias de vitamina B12. Hoje, necessita apenas de 1 injeção mensal.

Em declaração, a British Dietetic Association informou que pessoas que não consomem carnes, ovos ou laticínios por mais de 5 anos, têm grandes chances de apresentar deficiência severa de vitamina B12 e devem ser acompanhadas por profissionais da saúde.

Apesar da Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendar a ingestão diária de 2,4 mcg (microgramas) para adultos — considerado que consumam outras fontes da vitamina — a British Dietetic Association pede que veganos tomem 10 cmg diários através de suplementos.

O paciente de Atlanta, EUA, apresentava sintomas há 7 meses, como estado de confusão mental, visão embaçada e dificuldade em encontrar palavras. Desde a primeira injeção começou a sentir-se melhor e vários sintomas começaram a desaparecer.

Mas, o boletim médico informa que mesmo após 1 mês de tratamento, o paciente ainda sente dormência na mão esquerda, o que pode ser uma lesão irreversível. Após 2 meses, exames de sangue constataram níveis saudáveis e estáveis de vitamina B12.

Os médicos concluem o relatório mostrando a importância de que todos os dados sejam ditos no pronto-socorro, incluindo hábitos alimentares. Ressaltam ainda que pacientes estritamente veganos ou vegetarianos precisam de suplementação de vitamina B12, além de ficarem atentos sobre desvios no hemograma e sintomas neurológicos.

Sintomas de deficiência de vitamina B12

Os sintomas variam e incluem: formigamento nos braços ou pernas, dificuldade para caminhar, fadiga, náusea, batimentos cardíacos acelerados e irritabilidade.

A deficiência de vitamina B12 tem duas causas principais: falta de ingestão de alimentos que a possuem ou má absorção do organismo, especialmente em pacientes com doença celíaca.

A falta de vitamina B12 está se tornando cada vez mais comum à medida que mais pessoas se tornam veganas sem consultar um profissional de saúde.

A deficiência grave de vitamina B12 é rara, mas os casos estão aumentando. O tratamento precoce é vital para evitar danos irreversíveis ao sistema nervoso, aconselharam os médicos.

A dieta feita sem atenção à carência de vitaminas, especialmente a B12, pode favorecer o aparecimento de doenças crônicas, como a diabetes tipo 2 e problemas no funcionamento cardíaco.

Fonte(s): Insider Imagem de Capa: Reprodução

Jornal Ciência