Engenheiros apresentam a mão feita com impressão 3D mais realista do mundo

de Rafael Fernandes 0

De lentes inspiradas em asas de borboleta a drones baseados em aves, a natureza tem muito a oferecer aos engenheiros. Agora, os cientistas criaram uma mão robótica mais realista ainda, projetada para imitar os movimentos exatos da mão humana.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

O design biomimético pode levar à criação de uma prótese robótica difícil de ser distinguida da mão natural – como a mão eletrônica de Luke Skywalker, em “Guerra nas Estrelas”.

Os cientistas e engenheiros Zhe Xu e Emanuel Todorov, da Universidade de Washington, em Seattle estão por trás do novo design. Escreveram em seu estudo que eles desenharam “uma mão robótica biomimética que imita a mão humana, com articulações artificiais, ligamentos e tendões de malha, capuz extensor de corte a laser e mecanismos de polia elásticos”.

mao-em-3D-mais-realista-do-mundo_01

As precursoras desta, eram mãos robóticas antropomórficas que tendiam a usar dobradiças para simplificar o design, o que levou a movimentos não naturais sem destreza em nível humano.

“A incompatibilidade intrínseca entre mecanismos dessas mãos robóticas e a biomecânica das mãos humanas, essencialmente, impede-nos de usar o movimento natural da mão para controlá-las diretamente”, eles escreveram.

E continuam: “Materiais biocompatíveis podem agora ser impressos no intuito de formar estruturas de ossos; ligamentos artificiais biodegradáveis, que ​​têm sido utilizados para substituir os ligamentos cruciformes anteriores; músculos humanos, que foram cultivados com sucesso na placa de Petri; e os nervos periféricos, que também podem ser regenerados nas condições adequadas.”

mao-em-3D-mais-realista-do-mundo_02

Todas essas tecnologias promissoras exigem esqueletos adequados para o crescimento das células enxertadas. “Nós vamos colaborar com pesquisadores de Biologia e Engenharia de tecidos para continuar a exploração do seu potencial para servir como um dispositivo biofabricado de esqueleto”, apontam os dois especialistas.

Os Drs. Xu e Todorov devem apresentar o projeto na Conferência Internacional de Robótica e Automação (ICRA), em Estocolmo, no mês de maio.

Fonte: Daily Mail Fotos: Reprodução / Daily Mail

Jornal Ciência