Arte de grafiteiros: faixas de pedestre em 3D “obrigam” parada de motoristas em Mato Grosso

Em busca de maior educação no trânsito e respeito com o pedestre, a técnica também já foi adotada em vários países

de Osmairo Valverde 0

walyson nogueira pinta faixa de pedestre em 3D no Mato Grosso

Faixas de pedestre. Na sua cidade os motoristas param e dão passagem? Em Primavera do Leste, localizada a 239 km da capital do Mato Grosso, Cuiabá, fotos circularam nas redes sociais e chamaram a atenção pela criatividade e também críticas.

Mais conhecido pelo nome artístico de Presto VinteTreis, o especialista na arte do grafite, Walyson Nogueira, teve a ideia de pintar quatro faixas de pedestres nas principais avenidas da cidade.

Usando a técnica de pintura em 3D, onde gera uma sensação ilusória de que, em vez de faixas planas, existam barreiras em alto-relevo com formato de paralelepípedo. As pinturas podem ser observadas no Bairro Jardim Riva.

A intenção do grafiteiro é conscientizar os motoristas e reduzir o número de acidentes.

Em entrevista à imprensa, ele citou um caso curioso onde um motorista chegou a parar o carro, descer e tocar a pintura para ter certeza de que poderia prosseguir.

walyson nogueira pinta faixa de pedestre em 3D no Mato Grosso
Foto: Reprodução / Facebook

Presto VinteTreis contou com a ajuda e participação de seu amigo, chamado pelo nome artístico de Babu SeteOito. A dupla foi contratada pela prefeitura da cidade para pintar as faixas após o órgão do governo ter visualizado imagens do artista e gostado da ideia de conscientização.

Polêmica Ilusão de Ótica

Motoristas mais conscientes com a necessidade de respeito e educação no trânsito apoiam a ideia. Mas, existem opiniões divergentes sobre a tentativa de fazer o motorista acreditar ter vários obstáculos na via.

Alguns argumentam que motoristas podem ficar assustados com os possíveis paralelepípedos e frear bruscamente, o que igualmente poderia produzir acidentes.

Outros países já adotaram

Não é só no Brasil que temos problemas com o respeito no trânsito e com a civilidade em parar corretamente na faixa para permitir a passagem de pedestres.

Em países como Geórgia, Índia e China, os grafites foram colocados em ruas movimentadas para forçar o respeito do motorista.

Recentemente, a Islândia, conhecida por seus baixíssimos índices de violência e acidentes, também aplicou a técnica para estimular a educação ao dirigir.

faixas de pedestre na China pintadas em 3D
Na China, algumas cidades já adotaram o estilo de faixas 3D. Foto: Reprodução / Twitter @XHNews

Na China, por exemplo, segundo a agência de notícias Xinhua, a cidade de Chengdu registrou, em uma média geral, menor velocidade dos motoristas ao se aproximarem das faixas 3D, o que gerou resultados positivos, pois foram estimulados a dar passagem aos pedestres.

Dados oficiais

Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), mais de 22% de todas as mortes no trânsito são referentes a pedestres.

Ainda segundo estimativas oficiais, se um pedestre for atingido a 50 km/h, sua chance de morrer é de 20%. Mas, caso seja atingido por um carro a 80 km/h, sua chance de morrer é de 60%.

Foto de Capa: Reprodução / Facebook 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.