Cientistas criam minúsculo balão que pode fazer o corpo absorver açúcar e ajudar pacientes com diabetes tipo 2

de Merelyn Cerqueira 0

Um balão do tamanho de um grão de arroz poderia ser a “cura” para a diabetes de tipo 2. Isso porque, na Grã-Bretanha dezenas de pacientes diagnosticados estão sendo recrutados para um estudo revolucionário que poderia ajudá-los a sair das medicações diárias.

 

O dispositivo inflável feito de silicone queima parte da mucosa do intestino e é inserido por meio de um tubo fino pela garganta. Uma vez que atinge o duodeno, onde grande parte dos alimentos são digeridos, o balão é inflado e cheio com água quente, de acordo com o Mail Online.

 

A teoria por trás do tratamento – que leva cerca de 90 minutos e é feito no paciente sedado – é que o processo de ablação, ou “cozimento”, melhorará a capacidade dessa pessoa de absorver açúcar. Se bem-sucedida, a técnica poderia ser implementada de forma ampla, economizando milhões para o governo.

  13J_DIABETES BALLOON

Os cientistas acreditam que “cozinhando” as células anormais que revestem o duodeno, novas poderão se formar. Estas, então, vão liberar hormônios para melhorar o processamento de glicose dos alimentos. O que significa que, com a queda na taxa de açúcar, a circulação será melhorada, os riscos de complicações ficarão reduzidos e acidentes vasculares cerebrais, ataques cardíacos e amputações serão evitados.

 

Os médicos do Hospital University College, em Londres, serão os primeiros a testar o novo tratamento. Espera-se que muitos pacientes se tornem capazes de evitar as drogas redutoras de glicose. A técnica, chamada Revita, foi desenvolvida pela empresa norte-americana Fractyl Laboratories Inc. Em um ensaio antecipado, realizado em 22 homens no Chile, os níveis de açúcar no sangue ficaram sob controle por meses ou até mesmo anos.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.