Cientista é comida viva por crocodilo após pular muro para atacá-la

de Osmairo Valverde 0

Deasy Tuwo, 44 anos, foi morta quando um grande crocodilo conseguiu pular uma parede de concreto de quase 3 metros para atacar sua tratadora durante a alimentação do réptil em Sulawesi do Norte, Indonésia.

O crocodilo possui mais de 5 metros de comprimento.

Durante o processo de alimentação, dada por Deasy, o animal conseguiu capturá-la, puxá-la para dentro de sua piscina rasa para arrancar pedaços de seu corpo – uma verdadeira cena de horror.

O crocodilo teria conseguido ficar “em pé” usando suas patas traseiras para pular o muro. Sua intenção era levar a tratadora para a água, onde ali teria mais poder de movimentos.

Em geral, crocodilos e jacarés matam abocanhando a presa e fazendo rodopios com o próprio corpo. 

A equipe do local só conseguiu ver o que tinha acontecido pelas câmeras de monitoração horas depois, às 8h45, após notar uma “forma estranha” compatível com um corpo, dentro da água.

Crocodilo que matou a cientista tem mais de 5 metros de comprimento

Ao chegarem, encontraram o corpo de Deasy ainda dentro da boca do crocodilo. Ele arrancou os braços da cientista, além de mutilar completamente seu tronco superior.

A equipe de resgate dos bombeiros teve enorme trabalho para retirar o corpo da água, visto que o crocodilo sempre se debatia e não permitia.

Os amigos ficaram desolados:“Ela era chefe do laboratório. Uma pessoa quieta, amava os animais, estamos confusos sobre como isso aconteceu”, disse Merry Supit, uma das amigas de Deasy em entrevista ao jornal Mirror.

A equipe de resgate dos bombeiros teve enorme trabalho para retirar o corpo da água

Ela ainda explicou que o crocodilo come apenas frango, atum e carne, diariamente. Tudo deve ser muito fresco. Ele tem hábitos exigentes e não come se estiver congelado ou morto há alguns dias.

Uma das hipóteses dos socorristas sobre o fato do crocodilo não querer largar o corpo de Deasy no momento que a equipe de resgate chegou, é que talvez ele estivesse muito cheio pela alimentação dada pela própria tratadora no momento do ataque.

Os pesquisadores do local classificaram o crocodilo como extremamente agressivo, por já ter matado e comido outro crocodilo que vivia com ele na mesma piscina

O crocodilo foi levado para exames de confirmação veterinária se ele chegou, de fato, a engolir partes do corpo de Deasy.

O local não é um zoológico oficial e as autoridades não sabem quem é o responsável e se ele tem autorização para a criação do réptil. 

Imagem mostrando o crocodilo sendo levado para exames veterinários.

A polícia diz que ele precisa tomar ciência sobre o fato e o lamentável incidente e, caso não tenha todas as licenças necessárias para criar animais selvagens, será preso.

Fonte: Mirror / IFL Science Fotos: Reprodução / Jornal Mirror

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.