Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Uma nova “mini Era do Gelo” está a caminho?

de Julia Moretto 0

A Grã-Bretanha passou por uma severa onda de frio durante a semana passada, mas o lugar era muito mais frio há centenas de anos.

A Europa, no período compreendido entre meados do século 14 ao século 19, era conhecida como a “Pequena Era do Gelo“, devido à severidade do clima. Alguns cientistas acreditam que estamos caminhando para uma “mini Era do Gelo”, pois o Sol está estável há mais de um século.

era-glacial-ciclo-solar
A atividade solar oscila em ciclos de 11 anos – atualmente estamos vivendo o ciclo 24, que começou em 2008.

Em junho deste ano, Vencore Weather afirmou que, de acordo com as imagens fornecidas pela NASA, o Sol não apresentava grandes manchas solares visíveis em sua superfície. Os astrônomos disseram que isso não era incomum, pois a atividade solar oscila em ciclos de 11 anos – atualmente estamos vivendo o ciclo 24, que começou em 2008. 

No entanto, os pesquisadores advertiram que, se a tendência atual continuar, a Terra pode estar caminhando para uma pequena “Era do Gelo”. Além disso, o Vencore Weather, que tem trabalhado com a agência meteorológica da Força Aérea dos EUA, disse em junho que o Sol sinalizou que “o próximo mínimo solar está se aproximando”.

O ciclo solar anterior, 23, atingiu o pico entre os anos de 2000 e 2002 com muitas tempestades solares. Durante um período solar como esse, enormes manchas e intensas erupções ocorrem diariamente, enquanto o oposto ocorre durante um mínimo solar.

O período de calma coincidiu com a Pequena Idade do Gelo, uma série de invernos extremos no Hemisfério Norte da Terra. Muitos pesquisadores acreditam que a baixa atividade solar, agindo em conjunto com o aumento da atividade vulcânica e as possíveis mudanças nos padrões de correntes oceânicas, desempenharam um papel importante neste processo.

[ Daily Mail ] [ Foto: Reprodução / Pixabay

Jornal Ciência