TOP 20 fotos da Segunda Guerra Mundial que você não encontrará em livros de história

de Redação Jornal Ciência 0

A Segunda Guerra Mundial foi uma das primeiras guerras a ser fortemente documentada. Enquanto várias fotos tornaram-se icônicas, existem inúmeras outras que merecem atenção e são desconhecidas do grande público.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Nesta lista estão 20 fotos menos conhecidas da Segunda Guerra Mundial que lembram que a guerra não é apenas horrível, mas deixa marcas eternas em povos e nações. De máscaras estranhas e soldados com espadas a situações vexatórias. Provavelmente, você não viu nenhuma destas fotografias em seus livros de história. Confira!

1 – Soldados canadenses usavam estas vestes tradicionais para zombar do fato de que o país não tinha uniformes militares na época.

2 – O tenente-coronel Anthony Joseph Drexel Biddle costumava ordenar que suas tropas o cercassem de baionetas (arma branca com ponta de estilete) antes de desarmar sozinho cada uma delas, sem usar arma de fogo. Esta foto de uma demonstração foi tirada em 1943.

3 – Depois do ataque ao Pearl Harbor, o governo americano lançou máscaras de gás do personagem Mickey Mouse em caso de ataque químico. A ideia era fazê-los parecer menos assustadores.

4 – Esses homens podem parecer fortes, mas a única razão pela qual foram capazes de levantar este tanque foi porque ele era um balão. Os Aliados empregaram seu “Exército Fantasma” de chamarizes infláveis após o “Dia D”, no Norte da França e na Alemanha, para criar a ilusão de que eles tinham mais poder.

5 – Os alemães tinham sua própria versão do artifício anteriormente citado, conhecida como Panzerattrape, embora não fossem tão convincentes.

6 – Este estranho veículo, chamado Hafner Rotabuggy, era um híbrido de jipe com helicóptero. Introduzido em 1943, deveria ser usado para andar por locais sem estrada, “abrindo caminho na marra”, depois de ser liberado de uma aeronave.

7 – Os cães com explosivos amarrados a seus corpos eram usados por russos contra os alemães. Eles eram, essencialmente, enviados em missões suicidas. Mas os cães eram frequentemente ineficazes, pois ficavam com medo dos tanques ou levavam tiros antes de chegarem ao destino.

8 – Além de todos os outros problemas que os nazistas tiveram de enfrentar durante a Operação Wunderland II, que visava cortar os comboios navais soviéticos e as rotas de abastecimento no Mar do Kara no Ártico, tiveram que combater também os ursos-polares.

9 – Na verdade, era comum soldados nazistas em fotos com falsos ursos polares. O motivo é incerto. 

10 – “Mad Jack” foi o apelido obtido pelo Tenente Coronel John Churchill depois que ele ficou com 42 soldados alemães reféns enquanto empunhava uma espada na Noruega ocupada durante uma invasão de 1941. Ele é retratado abaixo, à direita, com a espada em Inveraray, uma cidade da Escócia, durante uma rotina de treinamento.

11 – Provavelmente, essas jovens fizeram parte da Sociedade de Fé e Beleza, uma ala da Juventude Hitlerista para damas alemãs entre 17 e 21 anos.

12 – Estes soldados italianos foram treinados para identificar minas sob a escuridão.

13 – Estes soldados da Marinha Real receberam tratamento ultravioleta para compensar a falta de vitamina D enquanto ficavam dentro de navios.

14 – Estes soldados britânicos foram terrivelmente queimados no “Dia D”.

15 – Este leiteiro estava determinado fazendo seu trabalho, mesmo após o “Blitz” (campanha de bombardeamento estratégico) alemão de 1940 deixar Londres em ruínas.

16 – Os pilotos precisavam ter o cabelo cortado entre as missões para evitar que ele ficasse nos olhos. Este piloto da Supermarine Spitfire (avião monomotor) aproveitava seu corte em Fairlop, um bairro da Inglaterra, em 1942.

17 – Os nazistas amavam pastores-alemães, e até gostavam de tratá-los como soldados.

18 – Um oficial naval em Corpus Christi, Texas, vestiu isto para protegê-lo de armas químicas e gás.

19 – Máscaras de oxigênio, roupas e óculos de proteção foram usados ao atacar alemães por via aérea.

20 – Um soldado chinês na Birmânia em 1940 fez um amigo especial: um macaco.

guerra-01_20

Fonte: Boredom Therapy Fotos: Divulgação

Jornal Ciência

no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Obs: É necessário salvar nosso número e enviar “olá” para validar o cadastro. São milhares de leitores. Aproveite. É grátis!

Jornal Ciência