Saiba a verdade: teóricos da conspiração afirmam ter encontrado múmia alienígena em uma caverna no Peru

de Merelyn Cerqueira 0

Um grupo de pesquisadores paranormais autoproclamados afirmou ter encontrado provas de existência alienígena em uma caverna próxima a cidade de Nazca, no Peru.

A equipe disse ter descoberto um misterioso “humanoide mumificado” com três dedos e cabeça alongada. Mas, nem todos estão convencidos da descoberta (e com razão), alguns afirmam que tudo não passa de conversa.

Um dos membros do grupo já é conhecido por ter se envolvido em diversos hoax relacionados a óvnis, e esse caso não é diferente. Com informações do Daily Mail.

Em um breve documentário sobre a descoberta, o professor Dr. Konstantin Korotkov, da Universidade de São Petersburgo, na Rússia, dizia que as características não são resultantes de deformidade, mas sim de um indivíduo de outra espécie, “outra criatura humanoide”.

mumia-alien_1

Os responsáveis pela descoberta afirmam que amostras de datação de carbono feitas no copo revelaram uma idade entre 245-410 d.C., mas a equipe não divulgou nenhum teste ou exame detalhado para confirmar essa alegação.

Em um artigo para o site Ancient-origins, a antropóloga Alicia McDermot disse: “Cientistas de mente aberta que estudam as origens humanas podem encontrar-se numa situação em que devem consideram essa descoberta surpreendente como verdadeira, provável ou falsa”, disse. “É importante, nessas situações, que permaneçamos curiosos, porém céticos”.

mumia-alien_2

“Devemos manter uma mente aberta, mas ficarmos preocupados com as conclusões sobre novas descobertas, mesmo que pareçam incríveis no início”, acrescentou. Apesar de toda a emoção envolvendo o achado, ele, na verdade, foi solucionado com uma explicação muito simples.

“Não sou especialista em corpos mumificados, mas eles tendem a ser mais esculpidos”, disse o especialista Nigel Watson, autor de Haynes UFO Investigations Manual. “Isso parece ser uma porção de gesso sobre uma estrutura óssea com três dedos presos às mãos”.

“Tais fraudes são o produto de um pensamento ilusório misturado com ganância e luxúria de publicidade”, acrescentou. “Quanto mais exótica é a reivindicação, mais espectadores eles geram, e assim presenciamos cada vez mais ‘revelações’ bizarras sobre cadáveres alienígenas, destroços de discos voadores e mensagens misteriosas”.

E não é só a múmia, que por si só, levantou as suspeitas no caso (e acabou desmascarando a história). Jaime Maussan, um ex-jornalista que fez parte do grupo, já esteve associado a vários hoaxes de óvnis.

Em maio de 2015, por exemplo, ele divulgou uma série de fotografias alegando tê-las recuperado do famoso caso de Roswell, que ocorreu no estado do Novo México (EUA), em 1947.

As fotos seriam reveladas ao mundo em uma conferência no México, onde cobrava cerca 70 reais aos interessados em ver um slide com todas elas.

Fonte: Daily Mail / e-Farsas Fotos: Reprodução / Daily Mail

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.