Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

O homem mais forte do mundo! “Hulk do Paquistão” treina para se tornar estrela da luta livre

de Merelyn Cerqueira 0

Apelidado de “Hulk do Paquistão”, Arbab Khizer Hayat, 25 anos, de Mardan, tem como objetivo se tornar um campeão de halterofilismo e lutador de WWE. Para isso, ele consome diariamente 10.000 calorias, para manter seu físico de mais de 430 quilos, de acordo com informações do jornal Daily Mail.

Meu objetivo é me tornar o campeão. Eu sou grato a Deus por me dar este corpo. É uma questão de tempo até entrar na arena mundial de halterofilismo”, disse. A dieta do rapaz é tão impressionante quanto seu tamanho e força. Para alcançar as 10.000 calorias, ele consome cerca de 36 ovos no café da manhã, 3 quilos de carne, 5 litros de leite e muito mais.

homem-mais-forte-do-mundo_2

Ainda, ele afirma que não enfrenta problemas de saúde em razão do peso, e que se sente confortável com a própria aparência. “Eu não tenho nenhuma condição médica, e nem me sinto desconfortável com meu peso, mas tenho que manter assim se quiser me tornar o campeão mundial”, revelou.

homem-mais-forte-do-mundo_3

O paquistanês revelou que começou a ganhar peso ainda na adolescência, e logo decidiu que gostaria de entrar em campeonatos de halterofilismo e força. “Então eu continuei a ganhar peso”, disse.

homem-mais-forte-do-mundo_4

Em um dos eventos, um campeonato japonês, afirmou ter levantado mais de 4.500 quilos de uma só vez. Agora, seu objetivo mais imediato é fazer parte das competições da WWE (World Wresting Entertainment). Para isso, está se cuidando para cumprir metas e consultado médicos especialistas para manter a nutrição adequada.

homem-mais-forte-do-mundo_5

Apesar seu sonho ainda não ter se realizado, ele já se tornou uma celebridade na região em que mora. Reconhecido como o homem mais forte do mundo em todo o Paquistão, centenas de pessoas vão diariamente a sua casa para tirar fotografias e conversar com o gigante.

Tenho muito amor e admiração por essas pessoas, mas não quero parar aqui. Quero me tornar uma estrela mundial”, disse. “Não há muito espaço para fazer eventos de força ou halterofilismo no Paquistão, mas espero que isso mude em breve”.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]

Jornal Ciência