Mãe vira escudo humano para proteger bebê de tempestade de granizo

de Merelyn Cerqueira 0

Uma mulher australiana, identificada como Fiona Simpson, sofreu ferimentos no corpo após usá-lo como escudo para proteger seu bebê, de apenas quatro meses, de uma chuva de granizo intensa que caiu sobre a região de Kingaroy, Queensland.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Seu ato fez com que fosse recomendada para um prêmio de bravura oferecido pela Premier Annastacia Palaszczuk, segundo informações do The Australian.

Fiona, sua avó e sua filha, Clara, estavam dentro de um carro quando a tempestade começou.

O granizo ficou tão pensado que acabou quebrando a janela do veículo, deixando a criança coberta de gelo e detritos de vidro.

Neste ponto, Fiona passou para o banco de trás, envolveu a filha nos braços, de modo que seu corpo servisse como escudo, e permaneceu na posição até que a tempestade parasse.

Ela sofreu uma série de contusões e hematomas nas costas, causadas pelas pesadas “bolas”.

Falando ao parlamento estadual de Queensland, Palaszczukdisse alertou sobre o perigo das tempestades na Austrália e elogiou a atitude de Fiona, que permitiu que Clara saísse do incidente sem qualquer arranhão.

“Hoje de manhã, assinei uma recomendação ao Australian Bravery Decorations Council para reconhecer formalmente a coragem de Fiona”, disse o Premier.

O Australian Bravery Decorations Council é um órgão consultivo independente que considera nomeações para prêmios e faz recomendações ao Governador Geral.

O conselho pode recomendar prêmios, incluindo a Comenda pela Conduta Corajosa (Commendation for Brave Conduct), a Medalha de Bravura (Bravery Medal), a Estrela da Coragem (Star of Courage) e a Cruz de Valor (Cross of Valour).

Fonte: Independent Fotos: Reprodução / Independent

Jornal Ciência