Jovem acorda a caminho do próprio funeral após pais assumirem que tivesse sido morto por uma mordida de cachorro

de Merelyn Cerqueira 0

Kumar Marewad, um indiano de 17 anos, no mês passado havia sido mordido por um cão de rua e levado a um hospital em condições críticas.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

 

Na semana passada, a condição do jovem havia piorado, ao passo em que fora deixado em máquinas de suporte à vida e seus pais, avisados de que as chances de sobrevivência eram baixas.

 

A família então tomou a difícil decisão de desligar os aparelhos. Acreditando que estivesse morto, uma vez que parou de respirar, seu corpo imediatamente foi levado para ser velado. No entanto, Kumar acabou acordando no caminho de seu próprio funeral. Tínhamos decidido levá-lo para casa depois que os médicos disseram que as chances de sobrevivência eram baixas”, disse Sharanappa Naikar, cunhado do garoto.

 

De acordo com ele, a condição do adolescente teria piorado na semana passada, quando uma infecção se espalhou por seu corpo e ele sofria de febre elevada. Quando retirado dos aparelhos, os pais, que presumiram que estivesse morte, começaram os preparativos para o enterro.

 

No entanto, a pouco mais de um quilômetro da aldeia onde seria velado, abriu os olhos e começou a hiperventilar. Kumar então foi levado de volta ao hospital e colocado de volta aos aparelhos. Os médicos suspeitam que ele esteja sofrendo de meningoencefalite, uma condição possivelmente causada pela mordida do cachorro.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]

Jornal Ciência