Irã emite mandado de prisão contra Donald Trump por matar o general Soleimani e pede ajuda à Interpol

de Osmairo Valverde 0

O procurador de Teerã, Ali Alqasimehr, comentou à imprensa que pediu ajuda para a Interpol para prender o presidente dos EUA, Donald Trump.

O pedido inclui acusação de “assassinato e terrorismo”, de acordo com informações da agência de notícias ISNA e diversos jornais internacionais, como o britânico Metro UK.

O general Qassem Soleimani, foi morto no dia 3 de janeiro deste ano, após ataques por drones dos EUA no Iraque. Washington culpou Soleimani como sendo o líder da Força Quds – o braço de operações no exterior da Guarda Revolucionária do Irã, criada em 1979 após a revolução iraniana.

Os EUA afirmam que Soleimani foi responsável por comandar ataques, alinhados ao Irã, contra forças norte-americanas presentes no Iraque.

O procurador disse que o Irã solicitou, oficialmente, o chamado “aviso vermelho” contra Trump, considerado o pedido de prisão mais grave e de mais alto nível emitido pela Interpol. Ali Alqasimehr não citou no pedido nenhum nome além de Trump, mas disse que o Irã continuará a perseguir o presidente para ser acusado pelo crime, mesmo após ele sair da presidência.

O que diz a Interpol?

Com sede em Lyon, na França, a organização não respondeu de imediato. A Interpol não pode forçar os países a prender ou extraditar suspeitos de crimes.

Após receber o pedido de prisão, a Interpol forma um comitê e discute se deve ou não compartilhar a informação com todos os países membros.

É improvável que a Interpol atenda ao pedido do Irã, pois sua orientação oficial proíbe “realizar qualquer intervenção ou atividade de natureza política”.

Fonte: Metro UK Foto: Reprodução / Metro UK

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!