Em procedimento cirúrgico bem-sucedido, macaco recebe fígado de porco clonado

de Merelyn Cerqueira 0

Um macaco tibetano entrou no livro dos recordes após ser submetido, com sucesso, a um transplante de fígado retirado de um porco clonado. O procedimento foi realizado no Hospital Xijing, em Xi’an, na China.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

 

Segundo informações publicadas pelo Mail Online, experimentos anteriores se mostraram falhos, matando as cobaias em 24 horas depois da cirurgia. O sucesso foi saudado como um avanço no domínio das grandes cirurgias de transplante de órgãos. Experiências semelhantes já foram realizadas nos Estados Unidos, Alemanha, Japão e Austrália. Na Coreia do Sul, cientistas tentaram transplantar o coração e rim de um porco clonado para dois macacos, mas os animais não sobreviveram por mais de 25 dias após a operação.

macaco-recebe-doacao_4

O procedimento realizado pelo Hospital Xijing começou com pesquisas clínicas realizadas há quatro anos atrás. Há interesse na área pois existe uma certa escassez de doadores de fígado nacionais e internacionais para transplantes. O hospital começou a realizar transplantes de fígado em 1997 e é considerado líder nesse segmento na China, contabilizando mais de 300 procedimentos realizados com sucesso.

macaco-recebe-doacao_3

Segundo o professor do hospital, Dou Kefeng, “três horas após o transplante, o macaco podia respirar espontaneamente e seus sinais vitais eram estáveis”. Ele acrescentou que os órgãos de porcos, geneticamente modificados, são preferíveis aos órgãos humanos, porque há um risco menor de rejeição no corpo do macaco.

macaco-recebe-doacao

Ainda, eles planejam realizar mais testes em animais antes de realizarem operações semelhantes de órgãos transgênicos em seres humanos.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]

Jornal Ciência