Brasil: paciente em fúria morde médico e deixa enorme buraco no pescoço

O caso ocorreu no Pronto Socorro da Santa Casa de Araçatuba, interior de São Paulo

de Otto Pentadorff 0

Um paciente de 22 anos, em estado de fúria, agrediu fisicamente dois médicos que faziam atendimento no pronto-socorro da Santa Casa de Araçatuba, município interiorano do estado de São Paulo.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

A mordida foi dada com extrema violência, logo abaixo do queixo do médico, próximo à jugular, arrancando um pedaço da região, deixando um verdadeiro “buraco”.

O caso, que ocorreu no último domingo (16/02), deixou os presentes em choque.

O paciente havia dado entrada na Santa Casa após sofrer ferimentos em seu braço direito. Mas, ao chegar, ficou irritado com o atendimento de outra médica e deu um tapa em seu rosto.

Ao ver a cena, o médico tentou intervir em favor da colega de trabalho e recebeu a mordida como resposta do paciente.

De acordo com publicação do jornal Estado de Minas, o paciente teria corrido nas instalações do hospital quebrando diversas portas do banheiro masculino, agredindo também outro paciente.

Após a cena de agressão e descontrole, o paciente foi preso pela Polícia Militar e levado à delegacia.

Em seu depoimento à polícia, afirmou que perdeu o controle somente após ser xingado pelo médico, fazendo-o “perder a cabeça”, por ter ficado revoltado com a situação.

Ele foi liberado após prestar o depoimento e responderá em liberdade por lesão corporal e danos materiais.

Fonte: Estado de Minas Foto: Reprodução / Twitter

Jornal Ciência

no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Obs: É necessário salvar nosso número e enviar “olá” para validar o cadastro. São milhares de leitores. Aproveite. É grátis!

Jornal Ciência