Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

20 imagens impactantes capturadas em fotos

de Merelyn Cerqueira 0

Não é todo mundo que é capaz de demonstrar gentileza e a mesma capacidade de raciocínio diante de determinada situação. Por causa disso, precisamos lutar constantemente contra o ódio, ignorância e medo.

Dito isso, na série de imagens abaixo, você vai conferir situações chocantes que fazem um paralelo sobre nossas diferenças, enquanto outras são simplesmente trágicas.

1 – Grupo de homens em Papua, na Indonésia, assistem espantados a uma lição sobre o uso de preservativo

18-fotos-tragicas_1

2 – Soldado é fotografado após 72 horas de combate. Sua aparência demonstra apenas esgotamento.

18-fotos-tragicas_2

3 – Rebelde sírio de apenas 8 anos, fumando um cigarro e portando uma AK-47.18-fotos-tragicas_3

4 – Policiais de Auckland, na Nova Zelândia, tentam quebrar vidro de carro para salvar vítima de acidente.

18-fotos-tragicas_4

5 – Pessoas sem-teto esperam para serem alimentadas em frente a uma mesquita em Nova Deli, na Índia.

18-fotos-tragicas_5

6 – Médico e equipe são fotografados exaustos após uma operação cardíaca de sucesso que durou 23 horas.

18-fotos-tragicas_6

7 – O exato momento em que uma criança surda escutou pela primeira vez com a ajuda de aparelhos auditivos.

18-fotos-tragicas_7

8 – Soldado sentado em trincheira durante a batalha de Courcelette, em 1916.

18-fotos-tragicas_8

9 – Menino dos olhos azul safira. Há uma teoria de que a coloração em questão possa ser causada por albinismo ocular.

18-fotos-tragicas_9

10 – “A guerra é o inferno”. Soldado norte-americano que foi fotografado no Vietnã do Sul em 1965.

18-fotos-tragicas_10

11 – Prisioneiro de guerra que foi libertado de Limburgo, na Alemanha, em 1945.

18-fotos-tragicas_11

12 – “O último judeu de Vinnytsia”. A icônica fotografia retrata a iminente execução de um homem judeu na cidade ucraniana de Vinnytsia, em 1941.

18-fotos-tragicas_12

13 – Os olhos de uma menina japonesa após a explosão nuclear em Hiroshima, em agosto de 1945.

18-fotos-tragicas_13

14 – Bibi Aisha perdeu o nariz e as orelhas depois de ter escapado de um casamento arranjado com um membro do talibã. Abandonada para morrer, ela foi encontrada por um grupo de resgate dos Estados Unidos.

18-fotos-tragicas_14

15 – Anna Fisher, que em 1985 tornou-se a primeira mulher e mãe a chegar ao espaço.

18-fotos-tragicas_15

16 – Omayra Sanzhez, 13 anos, pouco antes de sua morte, em Armero, Colômbia. Ela foi uma das vítimas do vulcão El León, que destruiu a cidade em 1985. A foto foi feita pelo fotógrafo francês Frank Fournier e ficou conhecida como “a menina que ninguém pode salvar”.

18-fotos-tragicas_16

17 – Policiais escoltam milhares de refugiados na Eslovênia, enquanto cidadãos marcham para recebê-los no país

18-fotos-tragicas_17

18 – Joseph Goebbels, momentos antes de descobrir que o homem que tirou sua fotografia era judeu.

18-fotos-tragicas_18

19 – Diego Frazão, membro da Orquestra de Cordas, tocando emocionado um violino durante o funeral de seu professor de música, Evandro João Silva, coordenador de projetos sociais do AfroReggae.

18-fotos-tragicas_19

20 – Elizabeth Ann Eckford, uma das poucas estudantes afro-americanas autorizadas a estudar em Little Rock Central High School, em 1957. Determinado a vencer a batalha contra o ódio, ela enfrentou impassível os rostos que a rodeavam.

18-fotos-tragicas_20

Fonte: Porque no se me ocurrio Fotos: Reprodução / Porque no se me ocurrio

Jornal Ciência