Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Noruega ultrapassa Dinamarca como o lugar mais feliz do mundo

de Merelyn Cerqueira 0

De acordo com um relatório divulgado pelas Nações Unidas no dia 20 de março, data que se comemora o Dia Internacional da Felicidade, a Noruega pode ser considerado o lugar mais feliz do mundo.

O país pulou da quarta posição para tomar o lugar que outrora pertencera à Dinamarca, que agora ocupa a segunda posição, a Islândia o terceiro, enquanto que o Brasil a 22ª posição. 

O relatório, conforme informado pela Mother Nature Netwok, mede o bem-estar subjetivo de mais de 1.000 pessoas por ano, de 155 países, por meio de um método simples chamado de Escada Cantril.

Imagine uma escada com degraus numerados de 0 a 10 [com o 10 sendo a nota máxima]. Suponha que digamos que o topo da escada representa a melhor vida possível para você, e o fundo da escada representa a pior possível.

Em qual etapa da escada você diria que está pessoalmente neste momento? A resposta média é que define a pontuação de felicidade de um país, que varia de 7,537 para países nórdicos e 2,693 para a República Centro-Africana.

Por que alguns países são mais felizes?

Para tentar explicar isso, o relatório analisou seis variáveis: força econômica (PIB e renda per capita), expectativa de vida, apoio social, liberdade de tomar decisões sobre a própria vida, generosidade e ausência de corrupção no governo. Por exemplo, embora os resultados apontem pontuações elevadas para os EUA nos quesitos PIB e renda per capita em relação aos países nórdicos (Noruega, Dinamarca, Islândia, etc.), todos eles ainda conseguem obter mais pontos de felicidade do que os norte-americanos.

“A explicação é que os países nórdicos ultrapassam em muito os EUA em liberdade pessoal, apoio social e a menor corrupção, representando assim os níveis mais elevados de felicidade”, escreveram os autores do estudo. Em outras palavras, o dinheiro nem sempre pode comprar a felicidade.

  1. Noruega
  2. Dinamarca
  3. Islândia
  4. Suíça
  5. Finlândia

  1. EUA
  2. Irlanda
  3. Alemanha

  1. Emirados Árabes Unidos
  2. Brasil
  3. República Tcheca
  4. Argentina

  1. Togo
  2. Ruanda
  3. Síria
  4. Tanzânia
  5. Burundi
  6. República Centro-Africana

Fonte: MNN Fotos: Reprodução / MNN

Jornal Ciência