Você tem mau hálito? Você pode ter cáseos amigdalianos

de Merelyn Cerqueira 0

Ao falar, espirrar ou tossir você certamente já deve ter expelido uma pequena massa malcheirosa e de cor branca.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Embora por vezes sejam confundidos com pedaços de alimentos, eles são muito mais do que isso, podendo ser responsáveis até mesmo pelo mau hálito, de acordo com informações do Dr. Maurício Duarte da Conceição, autor do livro Bom Hálito e Segurança, e dono da Clínica Halitus.

Conhecidos como cáseos amigdalianos, que deriva do latim caseum (queijo, em português), a massa de fato se assemelha a uma pequena bola de queijo.

Embora as causas para a halitose sejam diversas, os cáseos por vezes podem ser a origem do problema. Eles surgem quando pedaços de comida, bactérias e outros detritos ficam acumulados em pequenas cavidades existentes nas amígdalas, chamadas criptas amigdalianas.

A presença destas pequenas bolinhas pode favorecer o aparecimento de inúmeras desordens bucais, incluindo saburra lingual, doença periodontal, amigdalite e, é claro, halitose.

Consequentemente, tais problemas refletirão em relações interpessoais, devido ao cheiro ruim que as pessoas terão na boca.

Embora os cáseos possam ser removidos com a ajuda de instrumentos, o que não é recomendável, a tendência é que sempre reapareçam.

Outros tratamentos aconselhados são os clínicos, que incluem o uso de anti-inflamatórios e gargarejos com soluções salinas e antissépticas.

Em casos mais graves, apenas a remoção das amígdalas por meio de processos cirúrgicos pode ajudar.

Fonte(s): Diário de Biologia Foto: Reprodução / Diário de Biologia / Shutterstock

Jornal Ciência