Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Vídeo nojento mostra homem tendo cravo de 20 anos espremido

de Gustavo Teixera 0

Este vídeo não é recomendado para quem possui estômago fraco. No vídeo, um homem tem um cravo espremido que esteve em seu pescoço por 20 anos. O homem publicou o vídeo na internet e até agora já teve mais de 1 milhão de visualizações.

Elle Panyafong convenceu sua amiga a remover o cravo. Ele pode ser visto recebendo um firme apertão na pele, dando amplo espaço para empurrar qualquer coisa oleosa para fora dela. É visível que o homem está sentindo uma dor excruciante na tentativa de livrar-se do cravo. Os espectadores gritam de nojo enquanto o poro se abre e então, uma substância escura e pegajosa sai do buraco.  A moça que o ajudou a remover o cravo, pega rapidamente um pano para recolher repugnante substância e se livrar dela.

É grande. Eu não o tirei por 20 anos. Foi nojento. Fiquei com o cravo no pescoço por um longo, longo tempo. Mas ele saiu surpreendentemente rápido”, disse o homem. Todo mundo ficou bastante espantado, mas ele está feliz pelo cravo ter finalmente saído. Ele disse que agora está muito mais limpo.

Dr. Nisith Sheth, do British Skin Foundation, disse anteriormente ao jornal britânico Mail Online: “Cravos também são conhecidos como comedões e podem ser removidos desta forma. Isso precisa ser feito com cuidado e, idealmente, por um profissional. Se for feito de maneira incorreta, pode causar infecções e cicatrizes.”

Veja o vídeo e confira essas imagens que são no mínimo nojentas.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ] 

Jornal Ciência