O que o formato das nádegas diz sobre a sua saúde?

de Julia Moretto 0

Provavelmente você já percebeu que há variados formatos de nádegas. Podemos contar pelo menos uns cinco tipos diferentes. Mas, você sabia que o formato do bumbum está relacionado com a saúde?

As nádegas são uma das partes mais marcantes do corpo feminino. É uma área em que a gordura se acumula e, dependendo dessa localização, o formato de seu bumbum pode alterar.

De acordo com uma pesquisa realizada pela International Journal of Obesity, as células de gordura que se acumulam nessa área estão associadas a um menor risco de doenças cardiovasculares e metabólicas.

Se você não sabe responder qual o formato de suas nádegas, a primeira coisa que você deve fazer é olhar no espelho e comparar-se com as imagens mostradas aqui. Confira agora o significado delas:

Em “V” 

formatos-de-nadegas_02

Característica das mulheres que têm baixos níveis de estrogênio.  A cintura é mais fina do que os quadris e o quadril é maior do que a parte inferior das nádegas.

É muito comum em mulheres idosas. Para recuperar esses níveis, aposte em uma dieta equilibrada recheada de frutas. Além disso, é importante diminuir o consumo de cafeína, álcool e cigarro.

Forma de coração

formatos-de-nadegas_03

Neste caso, a gordura acumulada se localiza na parte inferior das coxas, formando um coração. Essa forma mostra a gordura acumulada na altura do quadril, indicando colesterol com nível elevado.

Redonda

formatos-de-nadegas_04

As nádegas neste formato mostram que a gordura está distribuída em todo o corpo, indicando boa saúde.

Além disso, pessoas com esse formato de bumbum têm menos probabilidade de terem colesterol alto ou obesidade. Ela é facilmente moldada com a prática de exercícios e uma alimentação saudável.

Quadrada

formatos-de-nadegas_05

Muito comuns em homens. Nas mulheres, ela significa falta de nutrientes no corpo. Caso você tenha esse formato de nádega e não esteja se sentindo bem, procure um médico, pois elas indicam deficiência nutricional, como anemia.

Fonte: International Journal of Obesity

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.