Conheça Caño Cristales, o rio colombiano considerado o mais bonito do mundo

de Merelyn Cerqueira 0

Próximo ao município de La Macarena, em Meta, na Colômbia, está localizado Caño Cristales, um rio que hoje é considerado por muitos como “o mais bonito do mundo”.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Também conhecido como “Rio das Cinco Cores” (amarelo, azul, verde, vermelho e preto), suas águas límpidas permitem a visualização de plantas aquáticas, areia e as formações rochosas dentro de seu leito.

rio-da-colombia

Caño Cristales, que nasce no planalto sul de Serrania de La Macarena, não é exatamente um rio largo ou fundo. Na verdade, sua parte mais ampla não excede 20 metros de profundidade. Seu comprimento, por outro lado, não ultrapassa 100 quilômetros.

rio-da-colombia_1

Durante a maior parte do ano, Caño Cristales é indistinguível de qualquer outro. Seu leito de rochas cobertas de musgos verde maçantes são visíveis abaixo de uma corrente fresca e clara. No entanto, durante um breve período de tempo, floresce nele uma vibrante explosão de cores.

rio-da-colombia_2

Durante um intervalo curto entre as estações mais úmidas e secas, quando o nível da água está baixo, uma espécie única de planta, a Macarenia clavigera, se alinha no chão do rio, criando uma tonalidade vermelho brilhante.

Essa coloração ainda é compensada por manchas de areia amarela e verde, bem como as diferentes tonalidades de azul da água.

rio-da-colombia_4

Já nos meses mais chuvosos, quando a água flui muito rapidamente e mais profundamente, o fundo do rio é obscurecido, enquanto que nas estações mais secas, não há água suficiente para suportar a variedade de vida que existe ali.

No entanto, é durante algumas semanas de setembro a novembro que o rio se transforma em um verdadeiro arco-íris vivo.

rio-da-colombia_5

Caño Cristales está localizado em uma área remota e isolada e, portanto, de difícil acesso por via rodoviária.

Os turistas interessados em conhecê-lo devem voar até a cidade vizinha de La Macarena, e de lá embarcar em uma curta viagem a cavalo ou a pé em direção a “Serrania de la Macarena”, o parque nacional em que está localizado.

Embora hoje o acesso seja permitido, por vários anos a região permaneceu fechada aos turistas devido à atividade de guerrilha, além das preocupações ambientais sobre o impacto do tráfego turístico não regulamentado.

Ele foi reaberto para os visitantes em 2009, e atualmente uma série de agências de turismo colombianas oferecem serviços de visitação guiada. Contudo, os visitantes devem estar cientes que no local é proibido acampar ou cozinhar.

Fonte: Atlas Obscura / Cano Cristales Fotos: Reprodução / Atlas Obscura

Jornal Ciência