Astrofísico, cansado de teorias malucas, destrói teoria de que a Terra é plana em apenas uma imagem

de Merelyn Cerqueira 0

Recentemente, um grupo de “terraplanistas” – teóricos da conspiração que acreditam que a Terra é plana – anunciou que estava planejando lançar um foguete caseiro ao espaço a fim de provar sua teoria de que nosso planeta não é redondo.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

No entanto, Neil deGrasse Tyson, famoso astrofísico norte-americano, mostrou com apenas uma imagem que eles podem poupar tempo e dinheiro.

Em sua conta oficial no Twitter, o astrofísico publicou uma imagem editada mostrando a Lua cortada por uma sombra reta, fina e horizontal.  “Um Eclipse Lunar que os terraplanistas jamais viram”, dizia a legenda da foto.

 

 

A foto, obviamente editada, mostra como seria um eclipse se a Terra fosse plana. Durante um eclipse normal, quando olhamos para céu, vemos a Lua escurecer completamente sob a sombra da Terra. Basicamente, isso só é possível porque a Terra é esférica e grande o suficiente para encobrir o satélite.

Por outro lado, se o planeta fosse plano, a sombra que lançaria sobre a Lua seria essencialmente o que foi mostrado pelo astrofísico, um risco escuro.

Esta, no entanto, não é a primeira vez que Neil deGrasse provoca o grupo. Porém, desta vez ele decidiu evitar grandes textos explicativos para convencimento e simplesmente abusou da ironia e moderação verbal para demonstrar o que considera absurdo.

A tática foi semelhante a utilizada pelo companheiro de profissão Bill Nye, que em abril deste ano também invocou o uso da ironia para provar que a Terra não é plana.

“Ei, cara da internet, por que você não dirige até a borda da Terra e tira uma foto? Em seguida, publique-a. Dirija até a borda da Terra. Nós estaremos aqui esperando”, escreveu Nye em seu Twitter.

Embora seja improvável que ambos os cientistas mudem a mente dos terraplanistas, pelo menos, as provocações ajudam a maioria de nós visualizar o quão absurda é a ideia de uma Terra plana.  

Fonte: Inverse  Foto: Reprodução / Inverse

Jornal Ciência