Cientistas sugerem que macacos fazem rituais sagrados. Entenda!

de Merelyn Cerqueira 0

Pesquisadores do Instituto Max Planck de Antropologia Evolucionária (Max Planck Institute for Evolutionary Anthropology), na Alemanha, lançaram um programa que visa estudar o comportamento e proteger a cultura dos chimpanzés na África, chamado “The Pan African Programme: The Cultured Chimpanzee”.

 

Sendo assim, depois de descobrir pilhas de pedras ao lado de árvores em quatro locais diferentes de pesquisa, as equipes de campo ficaram intrigadas e resolveram montar armadilhas fotográficas para descobrir se eram mesmo os chimpanzés os responsáveis por tal ato.

 

Após observar as gravações, os pesquisadores desenvolveram duas teorias. A primeira é que pode se tratar apenas de uma forma que os machos usam para exibição – o estrondo feito pela pedra ao atingir uma árvore oca pode gerar certa admiração. Por outro lado, trata-se de uma ideia mais simbólica que tem uma certa reminiscência com o nosso passado, como uma sinalização de território. A marcação de caminhos e territórios com placas de sinalização foi um passo muito importante dado pelos seres humanos.

Ainda mais intrigante do que isso, de acordo com os pesquisadores, é que talvez eles tenham encontrado a primeira evidência de que os chimpanzés criaram uma espécie de santuário, o que poderia indicar que as árvores marcadas com as pilhas de pedras são sagradas. “Indígenas do Oeste Africano têm coleções de pedras em árvores consideradas sagradas e tais coleções são comumente observadas em todo o mundo e são estranhamente similares ao que nós descobrimos aqui”, disseram os pesquisadores.

Considerando, de acordo com as gravações, que são principalmente os machos adultos que praticam esse comportamento, também foram observadas algumas fêmeas mais jovens fazendo. “O que vimos foi emocionante – um grande chimpanzé macho que se aproxima da misteriosa árvore, faz uma pausa por um segundo então, rapidamente olha em volta, pega uma pedra enorme e a arremessa com força total no tronco”, explicou Laura Kehoe da Universidade Humboldt de Berlim e autora do estudo publicado pela revista Scientific Reports. “Nunca tinha visto isso antes e até me deu arrepios”, acrescentou.

 

De acordo com a especialista, essa descoberta não se trata de um acaso, e sim de uma atividade repetida que poderia estar relacionada ao ganho de comida ou status, o que poderia ser considerado com uma espécie de ritual. Além disso, esse comportamento foi observado somente na África Ocidental.  “Nós vasculhamos a área e encontramos muitos mais locais onde as árvores tinham marcas semelhantes, com muitas pilhas de pedras acumuladas dentro de troncos ocos. Semelhante às pedras que os arqueólogos descobriram na história da humanidade.

[ Daily Mail / Pan African

deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado

Você pode usar tags e atributos em HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!