Mulher tem metade do nariz removido após pomada fitoterápica apodrecer a pele

de Merelyn Cerqueira 0

Diagnosticada com um câncer de pele tratável na região do nariz, uma paciente, que não teve o nome revelado, decidiu fazer uso de um medicamento fitoterápico para tratar do caso.

Dessa forma, uma pomada de cor preta, conhecida como Cansema (Black Salve) foi sua alternativa em relação a uma intervenção cirúrgica. No entanto, o produto deformou seu nariz e deixou um “buraco” com aparência apodrecida. Mais tarde, ela precisou remover a deformidade e realizar uma cirurgia reconstrutiva no nariz.

cancer-no-nariz-apos-pomada-fitoterapica-Cansema_01O caso foi documentado em vídeo e nele é mostrado o que o medicamento- capaz de queimar e destruir o tecido da pele – fez no rosto e na testa da paciente. Em questão de dias, após a primeira aplicação, crostas enegrecidas e esverdeadas apareceram e começaram a “comer” o seu rosto. O buraco no nariz, apesar deformar a aparência, ainda permitia uma maior passagem de ar, o que fez da cirurgia reconstrutiva essencial.

Desde que foi publicado, o vídeo já foi visto por milhões de pessoas. A ideia inicial era compartilhar a história a fim de discutir a ideia desse remédio como alternativa no tratamento de câncer de pele. A pomada em questão já é bem conhecida pelo público, tendo sido popularmente utilizada no início dos anos 90.

cancer-no-nariz-apos-pomada-fitoterapica-Cansema

Segundo informações do Mail Online, o produto possui sanguinarina, um alcaloide tóxico extraído de plantas como Sanguinaria Canadensis e Argemone mexicana. Muitas das vezes, essas substâncias ainda são misturadas ao cloreto de zinco, agindo como corrosivas.

A Cansema é normalmente classificada como causticante, tratando-se de uma pasta tópica que queima e destrói o tecido da pele, deixando para trás uma cicatriz em forma de cratera. Segundo o U.S.Food and Drug Administration, o produto já foi listado como um “falso tratamento” e ainda está em processo de ser proibida a venda.

O carcinoma basocelular, é o tipo de câncer de pele mais frequente. Sendo altamente tratável e quase nunca mortal. Para isso, é realizado um procedimento chamado cirurgia de Mohs, em que camadas finais do tumor são progressivamente removidas até que desapareça completamente.

[ Daily Mail ] [ Foto: Reprodução / Daily Mail ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!