NASA: nova lua do Sistema Solar foi encontrada orbitando o planeta Netuno

de Merelyn Cerqueira 0

Cientistas descobriram uma lua completamente nova no Sistema Solar. Nomeada como Hipocampo, ela foi descoberta escondida “flutuando” em torno de Netuno.

 

Considerada a menor lua do planeta, ela foi vista se comportando de maneira estranha e atípica, comparada com outras luas, embora isso possa esclarecer como ela se formou, conforme informações do jornal The Independent.

 

Hipocampo havia sido registrada anteriormente em imagens feitas do planeta Netuno. No entanto, as habilidades técnicas dos astrônomos não foram suficientes para identificá-la, de modo que, somente agora eles conseguiram observá-la nas imagens, sendo então catalogada oficialmente como a mais nova lua do Sistema Solar.  

Em 1989, quando a sonda Voyager 2 passou por Netuno, avistou seis pequenas luas internas orbitando o planeta. Cada uma delas era menor e muito mais jovem que Netuno, provavelmente formadas logo após a chegada da maior lua do planeta, chamada Tritão.

 

Contudo, uma nova pesquisa mostrou que de fato existia outra lua, embora despercebida e minúscula, flutuando perto do planeta. Isso amentou o número total de luas em Netuno para 14.

 

A nova descoberta foi possível graças as mais recentes técnicas de processamento de imagens do Telescópio Espacial Hubble, da NASA, que permitiu aos astrônomos ver as luas internas, apesar da rápida velocidade com que se movimentam em torno de Netuno. Quando a primeira foto foi tirada, incluindo a de Hipocampo em 2004 (até então, oculta nas imagens), os cientistas não tinham a capacidade de detectar um objeto tão pequeno que estivesse se movendo tão rapidamente.

A lua foi nomeada como Hipocampo em alusão a criatura marinha na mitologia grega e fenícia. Seu pequeno tamanho, de apenas 34 quilômetros de diâmetro, faz dela a menor das luas de Netuno.

 

Ela foi vista orbitando próximo a Proteu, a maior e mais distante das luas de Netuno. Segundo os astrônomos é provável que Hipocampo tenha sido formada quando fragmentos voaram desse objeto maior após ser atingido por um grande cometa.

 

“Proteu ostenta uma cratera invulgarmente grande chamada Pharos – um sinal claro de que a lua pode ter escapado da destruição por impacto“, escreveu a astrônoma Anne J. Verbiscer em um artigo sobre a descoberta. “Quando esse impacto ocorreu, sem dúvida, lançou detritos na órbita em torno de Netuno, o que possivelmente formou a nova lua Hipocampo”.

[ Fonte: Independent / MSN ]

[ Fotos: Reprodução / Independent.co.uk ] 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.