Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

6 sinais de comportamento suicida descritos por uma sobrevivente

de Gustavo Teixera 0

Atualmente é cada vez mais percebida a ocorrência de suicídio em todo o mundo.

Quando se trata de suicídio, existem diversas discordâncias e críticas sobre a dor que faz um indivíduo cometer este ato cruel contra a própria vida. 

O suicídio esconde o sofrimento e a tristeza que são acumulados durante um certo tempo, capazes de causar estragos emocionais graves e doenças psicológicas como a depressão.

Devido a esse cenário, confira agora 6 comportamentos frequentes de uma um provável suicida, sob a visão de alguém que sobreviveu de uma tentativa de suicídio.

1 – Mudança brusca de comportamento

Quando pessoa mostra problemas emocionais graves, ela altera a forma como age e se comporta, mesmo que inconscientemente. 

Se a pessoa gosta de conversar, ela começa a ficar mais contida, se ela gosta de sair, ela começa a ficar mais caseira. Ou seja, qualquer alteração sem motivo aparente pode ser um sinal de alerta.

2 – Isolamento

Em muitos casos, a pessoa que planeja cometer suicídio se afasta de todos aqueles mais próximos, para que essas pessoas não desconfiem de que algo está errado. Um afastamento súbito e sem motivo aparente pode ser um sinal.

3 – Falta de interesse

Preste atenção na rotina da pessoa e nas coisas que ele fazia com dedicação. Quando se planeja o suicídio, isso não importa mais. Não existem planos, porque na mente de um suicida, não existirá futuro.

4 – Inquietude

A inquietude é mais comum em jovens. Por exemplo, quando o indivíduo foge de casa sem nenhuma justificativa, ou se se ele possui grande desconforto sobre a vida atual e tenta mudá-la de qualquer maneira, podem ser sinais de problemas emocionais e psicológicos.

5 – Mudanças nos hábitos alimentares

O excesso ou a falta de apetite podem indicar a existência de algum problema. No caso da depressão, é comum a alteração nos hábitos alimentares, de modo que a ansiedade pode estar presente.

6 – Insônia

Estudos comprovam que distúrbios de sono podem ser um sinal de problemas psicológicos graves. Passar o dia dormindo e só acordar para fazer as necessidades, se alimentar e voltar a dormir pode indicar depressão. Porém, quando se trata de planejar e cometer suicídio, geralmente acontece a insônia.

Fonte: Psiconlinews Fotos: Reprodução / Psiconlinews

Jornal Ciência