3 teorias científicas que refutam ou apoiam a existência de Deus

de Merelyn Cerqueira 0

A Ciência e a existência de Deus são dois assuntos considerados conflitantes. Enquanto o primeiro nunca pode de fato provar a existência do segundo, não faltam teorias para tentar explicar a existência divina.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Dito isso, abaixo, você conhecerá três dessas teorias, que negam ou afirmam a existência de Deus propostas com objetivo de falar sobre a origem do mundo ou simplesmente provar que o assunto pode ser tratado dentro do meio científico.

1ª: A teoria de Karl Popper

biblia_2

Karl Popper, um filósofo austríaco, certa vez propôs que a Ciência somente pode falar sobre o que já foi observado, ou seja, nunca sobre o desconhecido e improvável. Logo, sendo a existência de Deus algo ainda não comprovado, ela deveria ser refutada pela Ciência.

2ª: A teoria de E.O. Wilson

biblia_3

Pioneiro na Sociobiologia, que compreende o comportamento humano por meio da biologia, E. O. Wilson entendia que a predisposição que temos de acreditar em Deus é resultado da evolução genética do cérebro. Em outras palavras, Deus, para ele, basicamente seria uma “invenção da nossa cabeça”.

Segundo Wilson, “a predisposição humana para a religião é uma consequência normal da evolução genética do cérebro”. Logo, ele afirma que a ânsia por acreditarmos em alguma existência transcendental e imortal pode ser muito mais interessante do que a objetividade da Ciência.

3ª: A Teoria do Design Inteligente

biblia_4

Tida como uma “pseudociência”, a teoria do Design Inteligente considera que algumas complexidades mecânicas da vida simplesmente não podem ter sido criadas ou explicadas pela evolução. Logo, podem ter sido desenhadas por um ser superior ou pela ação de uma força sobrenatural.

Embora faça algum sentido, essa teoria refuta a notória síntese evolutiva moderna, proposta por Charles Darwin, e por isso é alvo de muitas polêmicas dentro da comunidade científica.

Fonte: Fatos Fotos: Reprodução / Fatos

Jornal Ciência