Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Médicos respondem: botox é realmente seguro?

de Julia Moretto 0

As rugas deixam muitas pessoas assustadas com a possibilidade de não retornarem à aparência jovial, mesmo porque as injeções rejuvenescedoras ainda não passam total confiança devido aos danos que podem causar no resto do corpo.

Mas, recentemente, o dermatologista Alison Pontes, da Clínica Mayo, disse que esse método é completamente seguro e você pode parar a qualquer momento, sem quaisquer efeitos duradouros. Alison relatou que as injeções são mais eficazes em pessoas mais jovens. Mas isso não significa que as pessoas com mais de 65 anos devam evitar as aplicações, apenas devem estar cientes das limitações. Ele aconselha que o enchimento facial seja usado para suavizar a pele antes do botox.

Caso usado de forma incorreta, o tratamento pode causar efeitos colaterais dolorosos, como inchaço, contusões e dores de cabeça. O tratamento, que custa até £ 350 (cerca de R$ 1.372,00) por sessão, é apenas temporário e não pode acabar com todas as suas rugas. Segundo o NHS, o processo de envelhecimento ainda irá ocorrer em outras partes do rosto – como as pálpebras. Diferente da maioria dos procedimentos que precisam de tempo de recuperação, ele leva apenas alguns minutos para fazer efeito. 

Uma pequena agulha é usada para injetar uma quantidade de toxina botulínica na pele. O produto químico é conhecido por ser excepcionalmente tóxico em doses maiores e é produzido naturalmente por uma bactéria associada à intoxicação alimentar. A fórmula é injetada em diferentes pontos do rosto para relaxar os músculos e reduzir rugas, escondendo os efeitos de envelhecimento.

Ele age bloqueando os sinais nervosos que fazem os músculos do rosto se contraírem. Esse método paralisa temporariamente os músculos e suaviza as rugas por alguns meses antes de outra dose ser necessária. O produto químico é tão poderoso que é medido em bilionésimos de gramas. No entanto, apesar dos temores de que as toxinas paralisantes sejam capazes de ir para outras partes do corpo, ela pode ser usada com segurança.

Contudo, os pesquisadores dos EUA descobriram que a substância química pode se espalhar mais do que o necessário. “Para garantir sua segurança, o tratamento com botox só deve ser realizado sob os cuidados de um dermatologista credenciado ou cirurgião plástico. Esses especialistas têm mais experiência e podem minimizar as complicações”, disse o especialista Bridges ao Mayo Clinic News NetworkNo entanto, os especialistas alegam que ao parar de usar o botox, as rugas da testa voltam ao mesmo estado de antes do tratamento, assim como o movimento e a força muscular.

[ Daily Mail ] [ Foto: Reprodução / Twitter ] 

Jornal Ciência