Jovem descobriu raro tipo de câncer depois de manchas surgirem após depilação

de Julia Moretto 0

Rhiannon Douglas, de 21 anos, de Cannock, em Staffordshire, notou manchas vermelhas em suas pernas. As marcas rapidamente se espalharam por seu corpo e ela passou a sofrer com dores nas costas.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Ao procurar um hospital, os exames revelaram que ela tinha uma massa de 8,5 cm crescendo em seu peito e que sua erupção cutânea era um sintoma raro de linfoma de Hodgkin.

jovem-com-cancer-de-pele_02

Os médicos alertaram que, se as manchas nunca aparecessem, seria improvável um diagnóstico rápido o suficiente. Mas desde o seu diagnóstico, seu tumor começou a encolher por conta própria – e ela acredita que sua dieta vegana a ajudou.

jovem-com-cancer-de-pele_04

Eu não podia acreditar que a erupção em minhas pernas era um sinal raro de câncer, eu nunca tinha ouvido ou visto isso antes, então fiquei completamente chocada quando descobri”, disse Rhiannon. No começo eu pensei que a erupção fosse causada pela depilação. Mas quando começou a se espalhar, entrei em pânico, pensei que fosse meningite e fui direto para o médico”, contou a jovem recepcionista. “Minhas pernas estavam constantemente queimando, eu só podia usar roupas largas e não conseguia usar sapatos, tinha que viver de chinelos”.

jovem-com-cancer-de-pele_03

Rhiannon conta que foi difícil ser diagnosticada com câncer com apenas 20 anos de idade. “Mas eu estava determinada a lutar contra isso e decidi mudar meu estilo de vida”. A primeira vez que a menina notou a erupção foi em maio do ano passado. Quando procurou um médico, eles disseram que ela tinha Púrpura de Henoch-Schonlein – uma condição rara em que os vasos sanguíneos se inflamam. Os especialistas receitaram ibuprofeno, mas logo seus sintomas começaram a piorar.

Suas pernas começaram a inchar e ela sofria de dor nas articulações, fazendo com que subir e descer escadas se tornasse um grande desafio. Depois de acordar com dor nas costas algumas semanas após isso, ela ligou para seu médico e retornou ao hospital.

jovem-com-cancer-de-pele_05

Até agora, o tumor de Rhiannon diminuiu sozinho. Ela acredita que remédios naturais e a dieta vegana tenham ajudado na sua recuperação – mas ainda retorna ao hospital mensalmente para verificar seu progresso.

jovem-com-cancer-de-pele_06

Depois de muitas pesquisas eu encontrei alguns artigos que dizem que erupção cutânea é um sinal de câncer, mas não é muito comum, algumas pessoas podem não saber o que procurar”, relatou

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]

Jornal Ciência