TOP 5 casos famosos de múltiplas personalidades

de Julia Moretto 0

Você já leu sobre casos de pessoas com múltiplas personalidades? Caso não, essa é uma condição chamada de transtorno dissociativo de identidade, em que o paciente passa a ter duas ou mais personalidades.

Elas podem aflorar e assumir o papel de personalidade principal.

As pessoas que sofrem com essa condição, podem apresentar lapsos de memória e variações de comportamento, podem inclusive estar engajadas e situações de que não têm conhecimento.

Normalmente isso acontece devido a traumas vividos, e o paciente passa a encontrar nessas personalidades uma maneira de lidar com as diferentes situações. Confira alguns dos casos mais famosos de múltiplas personalidades:

1 – Louis Vivet

casos-famosos-e-fascinantes-de-multiplas-personalidades-1

Foi no século 19 que o caso do francês Louis Vivet ganhou popularidade, sendo um dos primeiros casos de múltipla personalidade a ser documentado. Filho de uma prostituta, com apenas 8 anos já realizava alguns crimes para conseguir sobreviver. Ele foi preso e ficou em uma instituição até o final de sua adolescência. 

Aos 17 anos, após ser posto em liberdade, Vivet começou a trabalhar em um vinícola. Certo dia, uma víbora se enrolou em seu braço e mesmo não o atacando, o garoto ficou tão aterrorizado que sofreu convulsões e ficou paralisado da cintura para baixo. Ele acabou sendo levado para um hospício e só voltou a andar após um ano.

No entanto, quando isso ocorreu, Vivet não conseguia reconhecer as pessoas com quem convivia na instituição.

Além disso, sua personalidade foi alterada – se tornando uma pessoa sombria– e seu apetite foi alterado. Após um tempo, ele recebeu alta do hospício, mas realizava visitas frequentes, até que em um determinado momento, recebeu o diagnóstico de transtorno dissociativo de identidade. 

Após o diagnóstico ele passou por tratamentos como hipnose e metaloterapia. De acordo com um de seus médicos, ele tinha cerca de 10 personalidades sendo cada uma com características e contextos diferentes.

Depois de mais estudos, alguns especialistas reconheceram que ele tinha apenas três delas.

2 – Robert Oxnam

casos-famosos-e-fascinantes-de-multiplas-personalidades-2

Robert Oxnam é um norte-americano especializado em cultura chinesa. Ele se tornou famoso por acompanhar em viagens para a China, ícones como Bill Gates, Warren Buffett e George W. Bush. 

Após anos sofrendo com problemas mentais, Oxnam foi diagnosticado com alcoolismo. Porém, depois de suas sessões de terapia, os especialistas mudaram de opinião. Durante uma sessão, uma de suas personalidades, um menino agressivo chamado Tommy que vivia em um castelo, pode conversar com o psiquiatra.

Após o incidente, os especialistas identificaram 11 personalidades diferentes em Oxnam. Com anos de tratamento, eles conseguiram reduzir para apenas três. 

Atualmente Oxnam convive com um jovem aventureiro que adora andar de patins, chamado Bobby; Robert, que é a personalidade principal, e Wand, que no começo das sessões se mostrava ser uma bruxa, mas hoje tem ligação com o budismo. Essa experiência pode ser acompanhada no livro “A Fractured Mind” ou “Uma Mente Fragmentada”.

3 – Billy Milligan

casos-famosos-e-fascinantes-de-multiplas-personalidades-3

Na década de 70, três mulheres foram sequestradas, roubadas e violentadas perto à Universidade Estadual de Ohio, nos EUA.

O que mais deixou os especialistas intrigados na época é que enquanto uma dizia ter sido atacada por um homem com sotaque alemão, outra contou que o sequestrador até parecia ser uma pessoa legal. 

Após algumas investigações, os especialistas perceberam, que os três crimes tinham sido cometidos por uma única pessoa: Billy Milligan, de 22 anos.

Os testes psiquiátricos mostraram que Milligan tinha na realidade 24 personalidades e que enquanto cometia os crimes, duas delas estavam no poder, um iugoslavo chamado Ragen e uma lésbica chamada Adalana.

A defesa de Milligan apresentou o diagnóstico dizendo que o jovem não tinha realizado o crime, mas sim suas personalidades.

Ele conseguiu ser absolvido, sendo o primeiro norte-americano se livrar de uma pena por sofrer de transtorno dissociativo de identidade. No entanto, ele passou anos em uma instituição mental e foi liberado quando os especialistas perceberam que suas personalidades haviam sumido.

4 – Chris Costner Sizemore

casos-famosos-e-fascinantes-de-multiplas-personalidades-4

Chris apresentou problemas aos 2 anos de idade quando ela viu a retirada de um homem – que ela acreditava estar morto– de uma vala.

Após o episódio, a família da garota percebeu que seu comportamento havia mudado e ela se metia em confusão por situações que não se lembrava. 

No entanto, Chris só buscou ajuda após o nascimento de sua primeira filha, quando Eva Black – umade suas personalidades – tentou estrangular a criança. A história não teve um final trágico graças à Eva White, sua outra personalidade.

Ela passou a se tratar com um psiquiatra e foi diagnosticada com transtorno dissociativo de identidade. Durante o tratamento, o especialista identificou mais uma personalidade chamada Jane. Nos 25 anos seguintes, ela manteve o tratamento e desenvolveu cerca de 22 personalidades diferentes. 

Em meados da década de 70, as personalidades de Chris se voltaram à apenas uma. Sua história se transformou em livro e posteriormente em filme, rendendo inclusive o Oscar de melhor atriz a Joanne Woodward, no filme “As Três Máscaras de Eva”.

5 – Truddi Chase

casos-famosos-e-fascinantes-de-multiplas-personalidades-5

Depois de sofrer com abusos e violência na infância e ter uma vida estressante na fase adulta, Truddi Chase procurou um psiquiatra. Durante as sessões, o especialista identificou cerca de 92 personalidades distintas.

A mais nova era uma garota de 5 anos, e a mais velha, um poeta e filósofo irlandês chamado Ean. Diferente dos outros casos contados acima, as personalidades de Truddi tinham consciência uma das outras e não tinham conflito. Mesmo com anos de sessão, ela preferiu não fundir as personalidades em apenas uma.

O caso ficou conhecido como um dos mais famosos de transtorno dissociativo de identidade do mundo. Ela também escreveu uma autobiografia chamada “When Rabbit Howls”, contando suas experiências. Ela também foi a inspiração para a criação da personagem Crazy Jane, da Patrulha do Destino (da DC Comics), de Grant Morrison.

Fonte: Psychology Today Fotos: Reprodução / Psychology Today

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!