Dermatografia: Adolescente alérgica ao toque usa o corpo como tela para fazer arte

Emma Aldenryd passa um lápis sobre a pele, o que faz com que as linhas que ela traça inchem e fiquem vermelhas

de Redação Jornal Ciência 0

Uma adolescente de 18 anos – que sofre de uma doença de pele chamada dermatografia, que faz qualquer local inchar ao ser tocado – está usando seu próprio corpo como tela para desenhos divertidos.

Emma Aldenryd cria seu próprio tipo de arte corporal passando um lápis sobre a pele, o que faz com que as linhas que ela traça inchem e fiquem vermelhas, deixando para trás marcas temporários, que desaparecem após cerca de 30 minutos.

A dinamarquesa descobriu que tinha dermatografia há três anos e, em vez de esconder sua condição, Emma decidiu abraçá-la e usá-la como arte. Ela compartilha os resultados no seu perfil no Instagram.  

“Comecei desenhando coisas bastante aleatórias nos braços, como um monte de palavras que vinham à mente”, disse Emma. “As pessoas que mostrei ficaram impressionadas, especialmente depois que tentaram fazer o mesmo na própria pele, mas não conseguiram”, acrescentou a adolescente. “Muita gente questiona se dói, mas minha dermatografia nunca doeu.”

Emma conta que, além de uma coceira, a rara condição da pele não teve nenhum impacto negativo em sua vida. Os médicos prescreveram anti-histamínicos (antialérgicos) para diminuir a coceira, mas isso também corrigiu os outros sintomas, impedindo-a de fazer sua arte corporal, então ela parou de tomá-los.

A dermatografia é caracterizada por uma reação alérgica em que o corpo libera quantidades excessivas de histamina, causando a dilatação dos vasos capilares da pele e o aparecimento de erupções cutâneas.

Fonte: Oddity Central Fotos: Reprodução / Instagram 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!