Voo adiado após passageiros receberem ameaças e fotos assustadoras antes da decolagem

de Redação Jornal Ciência 0

Um voo foi atrasado por 2 horas depois que os passageiros receberam ameaças de morte e imagens consideradas perturbadoras.

Jornal Ciência no seu WhatsApp

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número nos seus contatos. Você receberá notícias do Jornal Ciência diretamente no seu celular.

Dezenas de passageiros estavam a bordo do voo da empresa Vueling, no Aeroporto Internacional de Roma, indo para Alicante, na Espanha, quando começaram a receber mensagens assustadoras.

A mensagem começou em inglês, com as palavras “WAKE UP, WAKE UP, WAKE UP” (algo como “ACORDA”, em tradução livre) e continuou o texto no que foi identificado como Língua Amárica, também chamada de Língua Etíope, oficial da Etiópia.

Um trecho do texto da imagem a seguir, foi traduzido, e ameaçava as famílias dos passageiros, dizendo: “Sua família vai sangrar por suas ações, você sofrerá eternamente por suas ações”.

Além de uma figura parecida com uma caveira, algumas das imagens também mostravam um monstro e uma pessoa em uma camisa de força usando uma máscara de grito — algo perturbador que lembra conteúdo gráfico do submundo da Deep Web.

As ameaças foram enviadas para dezenas dos 147 passageiros, via Airdrop, que permite que usuários de iPhone enviem fotos e vídeos para pessoas próximas.

Após alertar a tripulação sobre as mensagens, o comandante decidiu adiar o voo e informou a polícia sobre o ocorrido. As autoridades agiram rapidamente e descobriram que as ameaças foram enviadas por um espanhol de 18 anos, que após pressionado, admitiu ser o responsável pelas “brincadeiras de ameaça”.  

O Aeroporto Internacional de Roma ainda não divulgou nota à imprensa para explicar se o jovem sofrerá algum tipo de punição ou se tomará medidas para impedir que este tipo de “brincadeira” ocorra novamente.

Fonte(s): LADBIBLE Imagens: Reprodução / Redes Sociais

Jornal Ciência