Pílulas para “adoçar a vagina” e “cura do câncer”: 10 mentiras que circularam em 2019

Em 2019 as famosas “fake news” circularam nas redes sociais de todo o mundo, especialmente sobre promessas milagrosas para a saúde!

de Osmairo Valverde 0

As mídias sociais dão voz para milhares de pessoas que, nem sempre, têm boa fé na hora de espalhar notícias sem verificar as fontes. Muitas extrapolam os limites e prometem verdadeiras bizarrices para seus seguidores, além de mentiras perigosas.

Em vários casos compilados pelo portal britânico Daily Mail e analisado pelo consultor nutricional Ian Marber, é possível encontrar preciosidades mentirosas sobre a saúde. Confira abaixo 10 das mais notáveis que ocorreram em 2019:

01 – Suplemento para a vagina ter cheiro de frutas

Sim! Em 2019 foi publicado nas redes sociais supostas pílulas que teriam o poder de deixar a vagina com sabor e odor de frutas. Evidentemente, isso deixou a internet alvoroçada e foi capa de algumas matérias jornalísticas.

A alegação é que uma mulher “teria um sabor que jamais teve e um odor semifrutado, o que atrairia o parceiro”. A tentativa de publicidade atraiu muita atenção, mas também críticas, pois deixa a entender que uma mulher pode ter aspecto “desagradável” e precisa de algo para corrigir sua própria biologia.

02 – 5 amêndoas por dia livram você do câncer

Evidentemente, amêndoas são saudáveis, possuem alta concentração de antioxidantes, vitaminas, gorduras benéficas e podem melhorar nossa saúde.

Mas, afirmar que um único alimento ingerido, especialmente em proporções específicas, pode livrar o corpo humano do desenvolvimento do câncer, é absolutamente falso. Os fatores que levam ao câncer são múltiplos e apenas um único alimento não tem esta capacidade protetiva.

03 – Comer maçã à noite faz mal à saúde

Um post publicado no Instagram com falsas alegações médicas obteve mais de 28.000 curtidas, sugerindo que comer maçã à noite seria algo extremamente prejudicial.

Ian Marber comenta que isso é um completo absurdo e não entende como as pessoas podem compartilhar este tipo de informação para amigos e familiares. Comer maçã sempre será saudável, não importa se pela manhã, tarde ou noite.

04 – Calorias não têm nenhuma ligação com o peso

“Calorias não têm nada a ver com o ganho ou perda de peso. Eu poderia comer 10.000 calorias por dia e ainda continuaria perdendo peso”, dizia o post.


Uma publicação no Twitter, com milhares de compartilhamentos, afirmava que uma pessoa poderia comer o quanto quisesse, e que existe um “complô” sobre a informação de que calorias são diretamente relacionadas ao aumento de peso.

O consultor nutricional rebate a afirmação: “A pessoa que escreveu isso não tem ideia do que está dizendo. As calorias que entram e saem são a base das mudanças de peso. Quem escreveu isso não sabe como o corpo funciona e apenas confundiu milhares de leitores. Não espere comer 10.000 calorias e perder peso”.

05 – Câncer pode ser eliminado parando de comer açúcar

Vários estudos científicos já mostraram que existe sim uma ligação direta entre o consumo de açúcar e maiores chances de desenvolver câncer. Mas, afirmar que não comer açúcar pode matar um câncer que já existe é completamente falso, de acordo com Marber.

Um post que fez muito sucesso nas redes sociais, afirmou que cortar o açúcar branco refinado poderia “matar o câncer de fome” e foi redirecionado para pessoas que já enfrentavam a doença, algo absolutamente irresponsável.

Para Marber, afirmar que o câncer pode ser curado cortando o açúcar ou consumindo uma dieta “alcalina”, é puro charlatanismo:


“Há um mito antigo de que o açúcar alimenta o câncer e este post sugeria que retirando o açúcar da alimentação, o câncer morreria de fome. Estas postagens enganam e fazem as pessoas acreditarem que todos os profissionais de saúde estão mentindo e apenas a pessoa que está afirmando descobriu a ‘grande verdade’, mas estas pessoas não sabem mais do que especialistas, como os oncologistas”, disse.


06 – Leite de vaca é o alimento que mais gera câncer

Um artigo publicado nas redes sociais, com milhares de acessos, afirmava que o leite “é o agente cancerígeno mais forte já identificado”. O artigo dizia ser baseado em crenças dos cientistas.

A publicação, que foi divulgada no Instagram, dizia que remover a caseína (proteína do leite) poderia “desligar” a chance de desenvolver câncer e que os médicos ignoram este fato.


“Sugerir que qualquer elemento, incluindo a caseína, provoca câncer, é um absurdo. Dizer que especialistas em câncer não estudam a ligação com alimentos é outra grande mentira, promovendo novamente que apenas estas pessoas sabem ‘toda a verdade escondida’, enquanto os médicos mentem”, disse Marber.


07 – Músculos são construídos com plantas e não proteínas

Uma publicação popular no Instagram, com o objetivo de chocar os seguidores e dizer “toda a verdade” sobre os músculos, dizia que é possível construir musculatura com plantas, como frutas. A publicação, com 4.748 curtidas, não teve o autor identificado, por ter apagado a conta após as afirmações terem viralizado.


“Todos os músculos do corpo precisam de aminoácidos que são provenientes do consumo de proteínas, sejam de fonte animal ou vegetal. Dizer que apenas plantas, como frutas, constroem os músculos, soa como algo infantil”, disse Marber.


Ao que tudo indica, o objetivo do post era enaltecer o vegetarianismo ou veganismo, e “demonizar” quem consome carne.

08 – Suco de berinjela ajuda a perder peso rapidamente

“A berinjela é uma das armas mais poderosas contra a perda de peso e ninguém diz”, afirmou um post no Instagram.

A publicação afirmou que misturar a berinjela com um pouco de água e limão “queimaria gordura continuamente”, diminuindo drasticamente o peso.


“Uma das armas mais poderosas para perder peso é simplesmente adotar hábitos alimentares saudáveis. Isso não inclui beber uma mistura com propriedades mágicas”, disse Marber.


09 – Alimentos ficam até 4 meses dentro do corpo

Este post que chocou especialistas em saúde. Ele dizia que o glúten permanece por até 4 meses no corpo, o açúcar 2 meses, o álcool 8 dias e laticínios em geral 3 semanas. Por isso, se você quisesse ter um corpo saudável e livre de doenças, deveria ficar longe destes alimentos.


“O tempo citado são ridículos, até postei isso no meu Twitter. A postagem sugeria que temos que cortar o glúten, café, laticínios e outros alimentos, caso contrário seria nossa culpa ter uma saúde ruim”, ironizou Marber.


10 – Glúten destrói sua vida e do seu bebê

Evidentemente, pessoas com doença celíaca são altamente intolerantes ao glúten e não podem comer alimentos que contenham esta proteína, que é encontrada em pães, bolos e cereais, causando graves irritações no intestino, resultando em diarreias, inchaços e dor abdominal.

Um post causou polêmica após viralizar e deixar mulheres grávidas em pânico. Ele dizia que o glúten pode causar perda óssea, danos no cérebro, demência e até distúrbios psicológicos.


“O que me irritou foi observar as falsas alegações, citando pesquisas inexistentes sem dar nome aos cientistas nem aos estudos. O post que afirma que o glúten prejudica o feto pode gerar grande ansiedade e culpa nas mães, com informações falsas e infundadas”, disse o especialista.


O consultor nutricional e escritor é famoso em seu Twitter (@IanMarber) por publicar “fake news” sobre saúde e desmascará-las após tornarem-se sucesso nas redes sociais.

Fonte: Daily Mail Fotos: Reprodução

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.