TOP 7 salários das profissões que as pessoas mais discriminam

de Merelyn Cerqueira 0

Enquanto algumas pessoas são extremamente seletivas com as oportunidades de emprego que surgem, outras simplesmente não tem medo de colocar a mão na massa.

 

Esses trabalhos, apesar de pouco valorizados, são extremamente necessários. Afinal, quem vai ensinar se não há professor? Quem vai cuidar da segurança pública se não um policial? Quem vai preparar uma sepultura se não um coveiro?

 

Dito isso, abaixo você confere quanto ganha os funcionários de algumas das profissões mais desvalorizadas do Brasil:

 

1 – Coveiro

Responsável por cavar covas, limpar e preparar sepulturas, posicionar os caixões e todas as outras atividades que envolve um sepultamento, um coveiro ganha em média algo entre R$ 972,46 e 2.449,21, de acordo com informações o SINE (Site Nacional de Empregos).

 

2 – Professor

Considerada uma das profissões mais importantes do mundo, e também uma das mais desvalorizadas, o salário de um professor poder varia bastante dependendo da matéria ensinada, nível de escolarização ministrada e grau de escolaridade (se tem mestrado, doutorado, etc.). Em média, um professor de escola pode ganhar entre R$ 1.474,28 e R$ 6.082,85, enquanto no ensino universitário algo entre R$ 4.836,70 e R$ 15.464,45 – como se não bastasse a disparidade, no Brasil, ainda existe a questão da região ou estado. Existem estados e cidades que pagam melhor ou pior o salário de um professor.

> Estas são as profissões que serão substituídas por robôs, segundo cientistas de Oxford

3 – Diarista

A diária de uma doméstica pode variar dependendo da localização e tamanho do imóvel a ser limpo. Normalmente, o preço fica entre R$ 20 a R$ 200 por dia e, dependendo da quantidade de faxinas feitas, ela pode tirar até R$4.000 no mês.

 

4 – Gari

Há um projeto de lei em andamento que propõe o piso salarial para um coletor de lixo em R$ 1.200. No entanto, até o momento, o valor é determinado pelas prefeituras das cidades as quais trabalham. Por exemplo, em São Paulo, um gari ganha cerca de R$1.000,00, enquanto no Rio de Janeiro o valor é de R$ 1.100.

> Veja se você corre o risco de perder seu emprego para um robô

5 – Policia Miliar

Policiais militares são empregados do governo estadual, o que novamente permite que seus salários variem em relação ao estado que trabalham. A polícia militar do Ceará é uma das mais mal pagas do Brasil, de modo que em início de carreira um soldado da PM pode ganhar cerca de R$ 833. Por outro lado, a de Brasília é uma das mais bem pagas, fazendo cerca de R$ 4.200 mensais. Já no resto do Brasil, a média inicial é de R$ 2.000. Isso é suficiente para arriscar a própria vida para salvar a população?

 

6 – Pedreiro

O mercado informal que circunda a profissão de pedreiro faz com ela seja muito desvalorizada. Em média, um profissional da construção civil pode ganhar cerca de R$ 100 a R$ 200 pela diária, enquanto que um com qualificações mais específicas, que pode chegar a mestre de obra ou empreiteiro, pode ganhar até R$ 6 mil mensais em carteira assinada. Vale pontuar ainda que, dentro do ramo, um pedreiro especializado em alvenaria pode receber até 4 mil reais por trabalho.

 

7 – Garçom

O garçom realiza um trabalho importante, ainda que seja muito discriminado. Responsável por recepcionar, atender pedidos e servir, além de montar e desmontar mesas e controlar materiais relacionados ao seu trabalho, ele deve fazer tudo isso em acordo com normas de higiene e segurança. Em média, de acordo com o Sistema Nacional de Emprego (SINE), o salário de um profissional do ramo varia entre R$ 982,47 e R$ 2071,36.

LEIA MAIS!

> Estas são as profissões que serão substituídas por robôs, segundo cientistas de Oxford

> Veja se você corre o risco de perder seu emprego para um robô

[ Sine / Oddee / Quanto Ganha ] [ JA Morais / Rede Brasil Atual / Navarro Lopes / Imuniastro / Nosso Jornal / Ribeirão Preto Online / Gama Cerqueira / Maceio ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!