Warner pode ter que pagar US$ 900 milhões se não conseguir provar que fantasmas existem

de Merelyn Cerqueira 0

Os estúdios da Warner Bros e a produção dos filmes “Invocação do Mal” (1 e 2) e “Annabelle” poderão ter que pagar um valor de 900 milhões de dólares (cerca de 2,8 bilhões de reais) se não conseguirem provar que assombrações existem, de acordo com informações da Business Insider.

 

O processo, movido pelo escritor Gerald Brittle, envolve o livro de sua autoria, “The Demonologist – The Extraordinary Career of Ed & Lorraine Warren” (“Demonologistas – A Extraordinária Carreira de Ed & Lorraine Warren”, em tradução livre). Ele conta a história de um casal de investigadores paranormais cujas vidas foram retratadas nos filmes. O autor estaria processando os estúdios por violação de direitos autorais, alegando que o casal teria assinado com ele, em 1978, um acordo de exclusividade vitalícia para suas histórias.

 

Segundo ele, o contrato assinado pelos Warrens afirma que eles não poderiam mais fechar acordos que reproduzissem os trabalhos publicados nos livros. Contudo, sugere-se que o casal, em 1997, teria assinado um contrato com a produtora cedendo direitos de fazerem os filmes que retratavam suas experiências paranormais.

 

Os filmes, promovidos sob o rótulo de “baseados em fatos reais”, foram sucesso de bilheteria, mas, e segundo Brittle, sob uma violação de direitos autorais. Em 2015, ele tentou impedir o lançamento do segundo filme da franquia “Invocação do Mal”, mas não teve sucesso. Ele alegou que a Warner respondeu à sua tentativa de rever os direitos autorais afirmando que o filme não era baseado em seus livros, mas sim em fatos históricos.

 

A partir deste ponto, o escritor, por meio de seus advogados, passou a alegar que não existia nada de “factual” nas histórias do casal, tendo em vista que fantasmas, demônios, bonecas possuídas por entidades malignas, entre outros, não eram reais. Logo, e sugerindo que as histórias do casal eram inverdades, ele propôs que os estúdios e seus produtores não poderiam ter se baseado em fatos.

Agora, ele espera que a Warner apresente evidências de caráter irrefutável que comprovem que as histórias do casal – que incluem entidades demoníacas capazes de possuir objetos e atacar pessoas – são verdadeiras, portanto, dignas de serem consideradas fatos históricos.

 

Caso isso não ocorra, ele espera “reaver” a quantia de 900 milhões de dólares – algo ligeiramente maior do que o valor de bilheteria arrecadado com os três filmes, que foi de U$ 886 milhões.

[ Business Insider ] [ Foto: Reprodução / Business Insider ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.