Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Teoria matemática do século 19 explica como comer pizza da forma certa

de Merelyn Cerqueira 0

Pode-se argumentar que não há uma maneira correta de se comer uma fatia de pizza.

Tenha você o hábito de comê-la utilizando talheres ou apenas as mãos, o fato é que elas são saborosas e merece atenção da ciência quanto a melhor forma de consumo.

Logo, de acordo com um matemático do século 19, chamado Carl Friedrich Gauss, a melhor forma de saborear uma fatia de pizza de queijo é dobrando-a em forma de ‘U’. Isso porque, conforme explicado pelo canal Numberphile, no YouTube, a abordagem matemática proposta por ele, chamada Teorema Egrério ou Teorema Notável, diz que: não importa o quando você dobre uma superfície plana, ela sempre terá uma área de curvatura zero.

comendo-pizza

Essa ideia da geometria diferencial basicamente analisa os objetos planos sob uma nova luz. Logo, ele define que a superfície de uma forma plana, não vai mudar se ela for dobrada. Para Gauss, essa descoberta foi feita por meio de análises de cilindros.

Para entender esse teorema histórico, basta pegar um papel e enrolá-lo em forma de cilindro. Embora ele ainda esteja plano, existem muitos caminhos curvos em seu interior e ao longo do formato cilíndrico. A curva de fluxo para o interior é negativa, mas linha no meio ainda é plana é com curvatura zero.

No caso da pizza, quando você a segura próximo a boca, a ponta acaba descendo e criando uma curvatura negativa, dificultado todo o processo. Logo, a maneira mais perfeita de saboreá-la é pressionando a ‘casca’ entre o polegar e o indicador, formando o U. Dessa forma, a superfície plana e de curvatura zero não será mais o topo da pizza, mas sim, a parte que está apontada diretamente para a boca.

[ Daily Mail ] [ Foto: Reprodução / Daily Mail e YouTube ]

Jornal Ciência