Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Tailândia: Gêmeas siamesas unidas pelo quadril não querem ser separadas

de Merelyn Cerqueira 0

É comum entre os irmãos compartilhar tudo, desde roupas, sapatos e até os segredos mais íntimos. Contudo, hoje ambas com sete anos de idade, as gêmeas siamesas Pin e Pan, da Tailândia, são literalmente inseparáveis.

Unidas da cintura para baixo, onde compartilham e dividem o controle das pernas – Pin é responsável por uma e Pan a outra – elas acostumaram a viver nessas condições. Aprenderam a andar, se vestir, comer e até mesmo a guiar um triciclo. Contudo, apesar de os médicos levantarem a possibilidade de separá-las, a ligação entre as duas é tão forte que elas afirmaram querer ficar unidas para sempre.

gemeas-siamesas-da-Tailandia_01

A avó das meninas, Noknoi Pongchumnan, afirmou que foi um choque muito grande quando viu Pin e Pan pela primeira vez. “Eu não esperava que minhas netas nascessem assim”.

Já o avô, Sanay Rompoyen, afirma que sentiu muita pena das gêmeas no começo, mas que hoje se sente orgulhoso, mesmo que, às vezes, elas sejam um pouco impertinentes. “Elas não gostam de receber ordens. Se querem fazer alguma coisa, elas vão e fazem. São crianças muito espontâneas e teimosas“, disse ele. E apesar da condição de gêmeas siamesas, elas estão longe de serem idênticas. “Uma gosta de ter cabelo curto, estilo pixie, enquanto a outro prefere seu cabelo em um comprimento mais longo. Uma gosta de comer macarrão, a outra não”, disse a avó.

gemeas-siamesas-da-Tailandia_02

Embora os médicos tenham levantado a possibilidade da cirurgia de separação, o avô não acredita que isso vá acontecer tão cedo. “Eu não acho que é possível, elas estão felizes como são”. A avó acrescentou: “Eu nunca desejei que elas fossem separadas, mesmo que seja possível. Isso nunca passou pela minha cabeça”.

gemeas-siamesas-da-Tailandia_03

[ Daily Mail ] [ Foto: Reprodução / Daily Mail ]

Jornal Ciência