Novo tratamento usa verme parasita para aumentar a fertilidade das mulheres

de Bruno Rizzato 0

A infecção de uma espécie de verme parasita seria capaz de aumentar a fertilidade feminina, revelou um novo estudo.

 

Divulgada na revista Science, a pesquisa mostra que as mulheres indígenas na Bolívia tiveram, em média, dois filhos a mais que o normal, como resultado da infecção. A lombriga responsável, Ascaris lumbricoides, altera o sistema imunológico, facilitando a gravidez. Especialistas dizem que a descoberta pode levar à criação de novos medicamentos que aumentem a fertilidade, usando o princípio dessa infecção.

 

O estudo, feito com 986 mulheres de uma tribo (Tsimane), na Bolívia, descobriu que a maioria dos casais têm nove filhos e cerca de 70% da população pode estar infectada com o verme parasita. Até um quarto da população do mundo possui essa infecção, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

 

Embora a Ascaris lumbricoides possa aumentar a fertilidade, uma infecção chamada ancilostomíase teve o efeito oposto, fazendo as mulheres terem três filhos a menos. O professor Michael Gurven, da Universidade da Califórnia, disse que as mulheres tsimane veem as pessoas das grandes cidades como pobres, por possuírem apenas um ou dois filhos, em média. “A taxa de crescimento da população é de quase 4%, então, a cada 17 anos, em média, o número de filhos é dobrado”, disse.

 

Segundo Aaron Blackwell, um dos pesquisadores, disse que os vermes, provavelmente, mudam o sistema imunológico da mulher para que seu corpo não rejeite o feto. “Acreditamos que os efeitos que vemos são provavelmente devido a estas infecções que alteram o sistema imunológico das mulheres de tal forma, que se tornam mais amigáveis para uma gravidez”, disse ele. Com os resultados apurados pela pesquisa, usar vermes como um tratamento de fertilidade foi considerado algo “intrigante” por Aaron, mas ele advertiu que mais estudos precisam ser realizados antes que um tratamento possa ser recomendado. 

A contaminação por vermes parasitas são as infecções mais comuns em todo o mundo e afetam as comunidades mais pobres e mais desfavorecidas, segundo a OMS. São transmitidos por ovos em fezes humanas, que, por sua vez, poluem o solo em áreas onde o saneamento é pobre, criando um ciclo vicioso.

 

As principais espécies que infectam as pessoas são a lombriga (Ascaris lumbricoides), a Trichuris (Trichuris trichiura) e os ancilostomídeos (Necator americanus e Ancylostoma duodenale). Vermes intestinais causam grande variedade de sintomas, incluindo diarreia, dor abdominal, mal-estar geral e fraqueza. A tricuríase pode causar perda de sangue interno, acarretando em anemia, por falta de ferro.

 

As estimativas mais recentes da OMS indicam que mais de 880 milhões de crianças precisam de tratamento para estes parasitas.

[ Daily Mail ] [ Foto: Reprodução / Wikipédia ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.