Mulher morre de câncer após enfermeira afirmar que dor e sangramento no sexo são “normais”

Alexandra Hodson, da Inglaterra, foi informada erroneamente que seus sintomas de câncer cervical estavam sendo causados por suas injeções de anticoncepcionais.

de Redação Jornal Ciência 0

Uma mãe – a quem disseram que a dor e o sangramento durante o sexo eram “normais” – morreu de câncer cervical. Alexandra Hodson, de Liverpool, na Inglaterra foi diagnosticada com a doença em junho de 2018, após uma visita ao médico com vários sintomas.

A jovem, de 26 anos, vivenciou vários problemas de saúde, incluindo dor durante o sexo e sangramento após relações sexuais. Mas, uma enfermeira consultada disse a ela que os sintomas eram “normais” devido à injeção anticoncepcional que ela tomava. 

Após consultas com médicos especialistas, um tumor cancerígeno foi detectado e ela começou a receber radioterapia e quimioterapia. Em agosto do ano passado, a irmã de Alexandra criou a página na rede GoFundMe, para arrecadar dinheiro e pagar sua imunoterapia, mas em abril deste ano, a família recebeu a notícia devastadora de que o tratamento não estava funcionando e que o câncer era terminal.

Em 8 de agosto, ela morreu da doença. Sua irmã ficou vários dias sem comunicação, até que recentemente comentou sobre o caso no jornal Liverpool Echo: “Infelizmente, perdemos minha linda irmã em 8 de agosto. Ela foi muito corajosa, forte e determinada e lutou até ao fim. Recebemos a notícia em abril de que a imunoterapia não estava funcionando e que o câncer de Alexandra era terminal, por isso desativamos as doações na página”, dando explicações aos doadores da GoFundMe que tentaram salvar sua vida com doações. 

“Foi completamente comovente e, devido à Covid-19, sabíamos que isso significava que teríamos dificuldades para cumprir algumas das coisas da lista de desejos de Alexandra. Ainda conseguimos passar o tempo juntas o quanto foi possível”, disse. 

Ela continuou agradecendo àqueles que doaram e apoiaram sua família durante esse período difícil. O dinheiro arrecadado será dividido entre a filha de Alexandra, Ella, e a instituição de caridade Children with Cancer UK.

O que é o câncer cervical?

Também chamado de câncer do colo do útero, sua principal causa são as infecções pelo vírus HPV. É um tipo de câncer sem sintomas no estágio inicial, mas o primeiro sintoma a surgir é o sangramento vaginal após as relações sexuais.

É possível diagnosticar o câncer do colo do útero através de exames simples como o Papanicolau que, em caso de suspeita, pode colher uma amostra de tecido para realização de biópsia. Apesar de mulheres de 50 anos serem o alvo de preocupação, os ginecologistas registram este tipo de câncer também em jovens a partir dos 20 anos.

Por isso, recomenda-se vacinar garotas a partir dos 9 anos de idade para prevenir contra os tipos de vírus do HPV que provocam a formação do câncer.

Fonte: Daily Star Fotos: Reprodução / Daily Star

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!