Milhares de pessoas se mobilizaram para ver o único eclipse solar total de 2016. Veja as imagens!

de Bruno Rizzato 0

Milhares de turistas, curiosos e entusiastas da astronomia reuniram-se na Indonésia, para avistar o primeiro eclipse solar do país em quase 33 anos.

O eclipse foi também visível em partes da Austrália e do sudeste Asiático. No entanto, apenas algumas partes do país puderam ver o Sol totalmente eclipsado pela Lua, logo após seu nascimento, pela manhã.

O eclipse apareceu na tarde do dia 8, em algumas regiões, apesar de ser visível a partir da manhã do dia 9 em outros. Um eclipse solar ocorre quando a lua lança uma sombra sobre a Terra, ao passar entre o planeta e o Sol. Pelo menos duas vezes por ano, as órbitas da Lua e da Terra bloqueiam o Sol causando esta sombra.

eclipse-total-2016_01

A maioria dos eclipses são parciais, mas quando a Lua está próxima da Terra, resulta em um eclipse total. O último eclipse solar total aconteceu em março de 2015, e o anterior foi em novembro de 2012.

O eclipse total foi visível em uma área de 100 a 150 km de extensão, que começou no Oceano Índico e cortou partes da Indonésia, incluindo Sumatra, Kalimantan e Sulawesi, antes de terminar ao norte do Oceano Pacífico. A capital da Indonésia, Jakarta, não estava no caminho do eclipse, mas a cidade portuária de Sumatra de Palembang teve ótimos vislumbres do fenômeno.

 O Sol ficou completamente obscurecido entre 90 segundos e cinco minutos, dependendo da localização do espectador. O ponto em que o eclipse total durou mais tempo – quatro minutos e nove segundos – foi no Oceano Pacífico, a leste das Filipinas. Palembang foi a primeira cidade a ver o eclipse total. Na Austrália, moradores de Sydney, Brisbane, Adelaide e Hobart perderam o eclipse, mas aqueles que vivem no extremo norte de Queensland puderam vê-lo.

eclipse-total-2016_02

O astrônomo Xavier Jubier, recentemente, listou uma série de voos que cruzam o caminho do eclipse. De acordo com ele, “o maior ponto de eclipse estava no meio do Oceano Pacífico a leste da Indonésia, com cerca de 10 milhões de pessoas no percurso da totalidade do fenômeno”. Jubier listou os voos para Honolulu e Jacarta como sendo ideais para a visualização do eclipse. Ele também estava disponível para ser visto online, usando telescópios e observatórios potentes ao longo do eclipse.

O próximo eclipse solar total passará pelos EUA e Europa, em agosto de 2017, podendo ser a mais longa observação visível nos territórios estadounidenses de Tennessee e Kentucky. “Embora apenas as pessoas ao longo do caminho estreito da totalidade possam ver o eclipse total, milhões verão algum grau de um eclipse solar parcial na Ásia e no Pacífico, incluindo Havaí, Guam e partes do Alasca”, disse a NASA em um comunicado.

As imagens foram obtidas pela empresa Alaska Airlines em pleno voo e publicadas no Twitter.

[ Daily Mail ] [ Foto: Reprodução / Twitter ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!