Jornal Ciência no seu WhatsApp

 

Clique aqui (61) 98302-6534, mande “olá” e salve nosso número. Você receberá primeiro as notícias do Jornal Ciência em seu celular.

Imagem de cadela triste ao lado de sacola com seus filhotes mortos torna-se viral e comove o mundo

de Merelyn Cerqueira 0

Paul Skinner, 58 anos, vereador de Boston, em Lincolnshire, no Reino Unido, andava de bicicleta com um amigo ao longo de uma estrada em Midville, quando descobriu a cena comovente: uma cadela desolada que estava deitada ao lado de uma sacola com quatro filhotes mortos. De acordo com veterinário, é bem provável que os filhotes estivessem vivos quando foram abandonados junto com a mãe, uma Cocker spaniel, que, prontamente foi resgatada.

 

Eu estava andando de bicicleta com o meu amigo, no momento” disse Skinner. “Vimos à beira da pista, algo que parecia com um pássaro morto, mas quando passamos perto, vimos que se movia. Nós até verificamos ao redor para ver se tinha alguém em apuros”. O cão estava sozinho, deitado e lambendo o conteúdo de uma sacola que parecia ter servido para transportar comida. “O saco continha quatro filhotes mortos e a cadela tinha lágrimas nos olhos, foi de partir o coração”, contou. “Eu não podia acreditar que alguém pudesse ser tão desprovido de humanidade para fazer algo assim”, completou.

cadela-ao-lado-filhotes-mortos_01

O vereador logo alertou a polícia e a Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals (RSPCA) – uma organização inglesa que visa promover o bem-estar dos animais e denunciar crueldades – e um abrigo de animais local, que imediatamente vieram resgatar a cachorra. Posteriormente a RSPCA descobriu que a Cocker tinha três anos de idade, e também lhe deram um nome: Carly.

 

Mick Fern, gerente do canil, ainda tentou ressuscitar os filhotes, mas sem sucesso. “Às vezes um filhote de cachorro pode aparentar estar morto, mas você pode ‘revivê-lo’, se aquecer ele um pouquinho”, disse.

cadela-ao-lado-filhotes-mortos_02

Durante as investigações da RSPCA, os funcionários descobriram que Carly tinha um microchip, mas que conseguiram localizar apenas o criador de origem, que não tinha nada a ver com a história. “É um incidente extremamente perturbador”, disse o inspetor da polícia, Becky Harper. “Parece que esse pequeno cão foi cruelmente despejado junto com seus filhotes recém-nascidos e nós não sabemos se eles nasceram mortos, ou se morreram por causa do frio”, completou.

 

Hoje, Carly encontra-se em perfeitas condições de saúde e está sendo muito bem cuidada. No entanto, a polícia ainda espera que alguém possa colaborar com pistas sobre o passado dela para que possam chegar até o seu antigo dono.

[ Daily Mail ] [ Foto: Reprodução / Daily Mail ]

Jornal Ciência