Considerando um cenário em que a vida humana seria extinta, quem herdaria a Terra?

de Merelyn Cerqueira 0

Tente imaginar o planeta 50 milhões de anos à frente

 

Se você está imaginando um cenário semelhante ao do filme O Planeta dos Macacos, em que nossos parentes primatas poderiam desenvolver a fala e adotar nossa tecnologia, saiba que este não é o caso.

 

Isso porque “os primatas são os candidatados mais propensos a nos proceder à extinção”, segundo explicou Luc Bussiere, especialista em evolução e entomologia e professor na Universidade de Stirling, no Reino Unido. 

 

No entanto, e antes que você comece a tentar a adivinhar qual espécie sobreviveria, precisamos compreender porque os humanos somos considerados a espécie dominante.

O mundo sempre foi dominado por bactérias. Antes, agora e provavelmente depois. O que acontece é que temos uma tendência a dar mais importância aos grandes organismos multicelulares que vieram depois, mas as bactérias sempre estiveram presentes. Na verdade, quatro em cada cinco animais são nematoides (parasitas que possuem corpos cilíndricos e alongados), com isso, fica claro que ser uma espécie dominante não é questão de diversidade nem tamanho.

 

Há um inegável grau de narcisismo na designação do ser humano como espécie dominante. No entanto, qualquer evento de extinção que afetar os seres humanos, provavelmente será também perigoso para os organismos que compartilham nossas necessidades fisiológicas básicas.

 

De todas as espécies que habitaram a Terra, nós estamos sozinhos no quesito inteligência e destreza manual, e isso não é por causa da evolução.

Segundo Bussiere, a evolução não favorece a inteligência, ela só leva a uma capacidade maior de sobrevivência e sucesso reprodutivo. Sendo assim, não é correto imaginar que nossos sucessores serão criaturas especialmente inteligentes e sociáveis, capazes de falar e, quem sabe, até dominar nossa tecnologia? Mas então o que podemos especular com segurança a respeito da espécie que dominará o planeta daqui 50 milhões de anos?

 

A resposta é insatisfatória e emocionante ao mesmo tempo. Podemos confiar de que não serão os chimpanzés. O especialista diz não tem certeza de como o mundo vai estar daqui 50 milhões de anos. Apesar de o mundo ter experimentando diversos eventos de extinção em massa no curso de sua história, a diversificação da vida em cada evento foi relativamente rápida e adaptável.


Segundo Sephen J. Gould, em seu livro Wonderful Life: The Burgess Shale and the Nature of History, dificilmente poderemos antever o sucesso das futuras linhagens que virão após uma extinção e isso é um lembrete da complexidade das transições evolutivas. Assim, e como muitos têm especulado, a única teoria que temos é a das formigas como herdeiras da Terra e nós só podemos imaginar como serão os descendentes dominantes delas.

[ FonteDaily Mail / Cracked ]

[ Foto: Reprodução / Filme Planeta dos Macacos ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
error: Proibida a cópia sem autorização.