Veja o que acontece quando você ignora um cravo nas costas por mais de 20 anos

de Merelyn Cerqueira 0

cravo-aracnideos

Cravos são pequenas marcas pretas que costumam aparecer no rosto – especialmente na ponta do nariz, testa e queixo – de peles mais oleosas, embora não seja incomum que outras regiões do corpo, como as coxas e costas, experimentem as aparições.

 

Nossa pele é recoberta por uma proteína chamada queratina, que a protege do ressecamento. Quando essa substância é produzida, ela acaba atrapalhando a saída dos poros, o que também pode ser agravado pelo uso de alguns cosméticos. Dessa forma, a pontinha preta que vimos é resultado de uma oxidação da proteína com o ar. Assim, por mais que o poro esteja obstruído, a glândula sebácea continuará produzindo a gordura, que se acumulará e formará o cravo. 

imagens-mostram-cravos-sendo-espremidos

 

Bactérias como a Propionobacterium acne, e ácaros como o Demodex folliculorum, podem se aproveitar dessa obstrução dos poros usando o propício ambiente para procriação. Essa espécie de ácaro, que tem a aparência de um aracnídeo, costuma habitar o folículo piloso da pele, onde viver por cerca de 14 a 18 dias, colocando em média até 25 ovos em um único folículo.

Embora a remoção dos cravos seja algo simples – basta fazê-lo após um banho morno ou passado um pano com água quente no rosto – muita gente escolhe ignorá-los até que infeccionem. Este foi o caso da pessoa do vídeo abaixo, que aparentemente ignorou um cravo gigante que cresceu por 25 anos em suas costas. Veja:

[ Diário de Biologia ] [ Fotos: Reprodução / Diário de Biologia ]