Usuários de maconha são mais propensos a serem enganados e alienados, sugere estudo

de Merelyn Cerqueira 0

Pesquisadores do National Institute on Alcohol Abuse and Alcoholism (NIAAA), em Bethesda, Maryland (EUA), descobriram que pessoas que consumem maconha são significativamente mais propensas a serem prejudicadas por outras.

 

Eles verificaram que a droga aumenta a conectividade nas regiões do cérebro associadas à psicose e depressão. E os efeitos são particularmente mais nocivos entre usuários adolescentes, uma vez que o cérebro ainda não está completamente desenvolvido. As informações são do Daily Mail.

 

Para o estudo, que foi publicado na revista Biological Psychiatry: Cognitive Neuroscience and Neuroimaging, os pesquisadores analisaram 60 pessoas, metade das quais eram usuárias regulares de Cannabis. Foi pedido que os participantes completassem um questionário que falava sobre estresse, agressão, reatividade e alienação. Os pesquisadores também realizaram exames de varredura no cérebro de cada um deles, encontrando uma relação entre a droga e a saúde mental.

Mais especificamente, eles descobriram que os usuários são mais propensos a experimentar emoções negativas, sentindo-se facilmente enganados e alienados pelos outros.

 

Esses dados de imagens cerebrais fornecem um vínculo entre as mudanças nos sistemas cerebrais envolvidos em recompensa e psicopatologia e abuso crônico de Cannabis, sugerindo um mecanismo pelo qual o uso intenso desta droga popular pode levar a depressão e outras formas ainda mais graves de doença mental“, disse o Dr. Cameron Carter, editor da revista onde o estudo foi publicado.

 

De acordo com Dr. Peter Manza, autor do estudo, porque medir a atividade cerebral é algo relativamente fácil e não invasivo, o método poderia ser usado para monitorar os riscos de saúde mental nos usuários da droga.

O estudo em questão vem logo após um grupo de pesquisadores da Warwick Medical School descobrir que o uso da maconha na adolescência pode aumentar o risco de uma pessoa desenvolver bipolaridade na vida adulta.

 

A pesquisa, que foi feita no ano passado, verificou que quando consumida duas ou três vezes por semana durante a faixa etária dos 17 anos, a droga poderia causar hipomania nos usuários.

[ Daily Mail ] [ Foto: Reprodução / Jornal Ciência ]

deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado

Você pode usar tags e atributos em HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>