Tomografia revela esqueleto aterrorizante dentro de peixe de aparência inocente

de Merelyn Cerqueira 0

tomografia

O peixe pinecone (espécie Cleidopus gloriamari), ou peixe-abacaxi, normalmente possui uma cor amarelada e contornos pretos em suas escamas.

 

No entanto, sua inocente aparência de peixe de aquário é apenas uma máscara para o que esconde dentro do corpo. Por meio de exames de raios-x e tomografias de alta tecnologia, pesquisadores descobriram a existência de um esqueleto de aparência assustadora, semelhante a uma armadura. Eles acreditam que ela possa existir com base em alguma função defensiva.

 

A imagem do esqueleto do peixe pinecone foi postada no Twitter pelo pesquisador Matt Kolmann, dos Laboratórios Friday Hardor, da Universidade de Washington, nos EUA.

tomografia-esqueleto-2

Peixes subtropicais como o pinecone frequentemente são vistos em recifes costeiros mais rasos, bem como em águas oceânicas mais profundas. A espécie está dividida entre o Oceano Índico Oriental e Pacífico Ocidental, perto da Austrália, podendo crescer até 22 centímetros de comprimento.

Além das linhas semelhantes a um abacaxi, a espécie apresenta órgãos pálidos e luminescentes próximos da boca. Estes são capazes de produzir um brilho esverdeado bioluminescente que, segundo consta, muda para vermelho à medida que o peixe envelhece. 

 

Por meio de tomografia computadorizada (CT), um método que cria imagens transversais de áreas específicas de um objeto digitalizado sem exigir seu corte, os pesquisadores conseguiram analisar completamente o peixe. Isso revelou que o pinecone possui um esqueleto com a aparência de uma armadura espinhosa.

tomografia-esqueleto-peixe_1

Em entrevista ao Daily Mail, Kolmann revelou que ele e sua equipe ainda não sabem por que esses peixes têm um esqueleto tão grande, embora acreditem em uma função defensiva.

Nós sabemos muito pouco sobre os chamados ‘recifes de zona crepuscular’, onde esses peixes vivem, geralmente mais profundo do que 45 metros”, disse. “Nós pensamos que a armadura tenha uma função defensiva, mas se defender exatamente do que é a questão”.

 

A maior parte da pesquisa sobre peixes blindados indica que a defesa dos predadores é uma razão para a armadura, mas nós estamos explorando se ela pode servir para outras funções, talvez como defesa contra rivais dentro da mesma espécie“, explicou.

tomografia-esqueleto-peixe

Kolmann disse à Live Science que, embora o peixe seja “realmente estranho” por muitas razões, sua equipe de pesquisa se concentrou no esqueleto, uma vez que queria saber como ele evoluiu no peixe. “Ele é incrivelmente intrincado, aparentemente ornamentado, com chapas grossas e sobrepostas”, disse Kolmann.

O espécime de peixe pinecone utilizado no estudo foi um empréstimo da Academia de Ciências da Califórnia, como parte de uma iniciativa chamada “#ScanAllFishes”, iniciada pelo pesquisador da Adam Harbor, dos Laboratórios Friday Hardor.

 

Kolmann vem usando o método de tomografia computadorizada para analisar a anatomia de peixes há anos. Até o momento, seu laboratório já digitalizou cerca de 2.500 espécies, que se unem a centenas de outras publicadas por diferentes cientistas.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]