Terremoto massivo pode atingir Istambul a qualquer momento, alertam cientistas

de Julia Moretto 0

terremoto-istambul

Um terremoto de magnitude 7 ou mais deve atingir Istambul, disseram cientistas. O epicentro de um terremoto na Zona Norte da Falha da Anatólia poderia estar abaixo dos portões da cidade, de acordo com as previsões atuais.

 

Isso pode ser devastador para a cidade turca que tem mais de 15 milhões de habitantes e milhares de turistas. Além disso, os cientistas alertaram que a cidade pode ter apenas segundos de alerta para se preparar para os tremores. A extensão de tal ameaça sísmica para Istambul depende de quão fortemente as placas estão enredadas e que lugar o terremoto atingirá.

terremoto-istambul_2

A pesquisa liderada por Marco Bohnhoff do Centro Alemão de Pesquisa Geofísica GFZ sugere que o próximo grande terremoto pode se originar no Mar de Mármara, leste de Istambul. “Há uma notícia boa e ruim para a cidade com mais de 15 milhões de habitantes”, disse Bohnhoff. “A boa notícia: a propagação da ruptura irá então correr para o leste, isto é, longe da cidade. A má notícia é que só haverá uma fase muito curta de aviso prévio de alguns segundos”, explica.

 

Mármara não produz um grande terremoto desde 1766, mas suas rupturas são conhecidas graças os registros históricos. O último terremoto de Istambul teve magnitude 7 e aconteceu em 1894. Pelo menos 1.349 pessoas foram mortas. Os tempos de aviso prévio são extremamente importantes para mudar os semáforos para o vermelho, bloquear túneis e pontes, entre outras atividades.

 

A parte ocidental da zona de fratura é menor do que as duas placas tectônicas que estão rastejando a uma taxa muito lenta. Durante este processo, pequenos tremores chamados “repetidores” ocorrem em tempos distintos.No entanto, mais ao leste, perto de Istambul, os repetidores não foram observados, e as placas tectônicas parecem estar completamente paradas. Isso leva a uma acumulação de energia tectônica e aumenta a probabilidade de um grande terremoto no local.

 

Desse modo, segundo os especialistas, abaixo do Mar de Mármara ocidental, as duas placas tectônicas (na maior parte dos 25-75%) estão se movendo lentamente uma sobre a outra, acumulando menos energia do que se estivessem completamente paralisadas.

Nesse caso também haveria boas notícias e más notícias”, disse Dr. Bohnhoff. “O bom seria ter um período de alerta um pouco mais longo e o mau seria o fato de que a propagação da ruptura iria na direção de Istambul, resultando em uma agitação mais severa do que se a origem estivesse mais ao leste”.

 

No entanto, os dados atuais obtidos sugerem que o terremoto terá um epicentro nas portas da cidade. Isso significaria que as pessoas só teriam alguns segundos de aviso antes do tremor, mas que ele poderia ser menos grave.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]