Jornal Ciência

Conhecimento é tudo.

You are here Sociedade Teorias de Conspiração Teóricos de conspiração afirmam existir uma civilização oculta na Antártica

Adicionem o Jornal Ciência no Google + :)

Teóricos de conspiração afirmam existir uma civilização oculta na Antártica

A beleza e os mistérios da Antártica não estão somente ligados a suas paisagens gélidas e extensas, mas existe muito mais do que a maioria imagina. Muitos imaginam que a Antártica é um continente inabitável, desocupado. Segundo uma teoria conspiratória isto não seria verdade.

Chamada de conspiração Antártica, os teóricos da conspiração afirmam a existência de uma civilização (ou resto dela) oculta, e que alguns governos tem ciência deste fato. Alguns fatos históricos reforçam esta teoria. Em 1947 uma expedição militar comandada pelo almirante Byrd com aproximadamente 4.000 pessoas para lutar com um inimigo misterioso, em três meses existiram várias baixas forçando a retirada da expedição, 50 anos depois ninguém explica esta derrota do exercito americano.

Muito se discute sobre a possível identidade destes habitantes, mas o que todos concordam (os teóricos da conspiração) é que existem resquícios de uma civilização avançada na Antártica que provavelmente tombou devido algum grande desastre. Existe também uma suposta historia de que os nazistas acidentalmente encontraram esta civilização e tentaram desvendar seus mistérios.

Existe um tratado assinado por vários países que impedem qualquer uso ou exploração dos vastos recursos naturais do continente, o estranho é que os governantes não têm geralmente este tipo de preocupação ambiental, o que faz levantar algumas suspeitas, uma delas é que esta manobra é para impedir que alguma organização comercial ao escavar descubra algo acidentalmente.

A Alemanha nazista em 1938 começou a pesquisar de forma extensiva o continente gelado e logo reivindicou a Antártica como seu território chamando-o de Neuschwabenland. Durante a segunda Guerra o partido alemão deu ordens expressas sobre a importância fundamental da Antártica. A suspeita é que o alto escalão nazista tinha encontrado algumas ruínas desta civilização perdida.

Em 1973 foi fundada uma sociedade secreta chamada Jason, fundada pelo presidente Nixon. O propósito desta sociedade era a criação do projeto “Terra Secreta”, cujo intuito era a exploração das relíquias perdidas da civilização Antártica ou de outras civilizações perdidas e manter estas informações em total sigilo.

Outro fato que ajuda a sustentar esta teoria é o mapa de Piri Reis, um documento que foi criado em Constantinopla em 1513 e que mostra claramente não só a costa oeste da África e da costa leste da América do sul, mas também a costa sem gelo de um território chamado. O país da Rainha Maud. Oficialmente a Antártica foi descoberta em 1818, e a precisão do mapa de Piri Reis foi divulgada somente na década de 50, isto é, quando a tecnologia permitiu que os geólogos pudessem ver o solo por baixo do gelo. A precisão do mapa é tão precisa que até hoje não existe uma explicação para tal feito. Existem também alguns desenhos que fazem alguns pesquisadores creiam na existência de algum tipo de civilização naquela região.

Não existe nenhuma prova arqueológica conhecida sobre a existência de tal civilização, e pouco sabemos sobre a Antártica, logo tudo relacionado ao assunto pode ser pura especulação.

>>>Espalhe esta matéria para seus amigos no facebook, twitter ou orkut!

Foto: Reprodução/Bilkent University/Wikipédia Commons

Receba notícias do Jornal Ciência no seu e-mail.

Digite aqui seu e-mail

Mistério

Fashion

A busca da humanidade por extraterrestres.

O início dos mistérios ufológicos.

Especial

Fashion

Terrível caracol é o

animal mais venenoso

do mundo

Dossiê

Sport

Conheça o animal mais

resistente do mundo,

o Tardígrado!