Jornal Ciência

Conhecimento é tudo.

You are here Sociedade Diversos Ossada mostra que burros eram sagrados na Idade do Bronze

Adicionem o Jornal Ciência no Google + :)

Ossada mostra que burros eram sagrados na Idade do Bronze

Arqueólogos no sul de Israel descobriram a sepultura de um burro enterrado há mais de 3.500 anos.

Ele possuía um freio de cobre e um alforje, uma espécie de bolsa presa a uma sela. Os acessórios e os ossos encontrados não tinham marcas, o que sugere aos pesquisadores que o animal de carga era venerado e foi sacrificado para um ritual da Idade do Bronze.

O túmulo foi encontrado no pátio do templo de Tel Haror, próximo de Gaza. A cidade foi fortificada por muralhas maciças datadas de 1.700 a.C a 1.550 a.C. A região bastante fértil facilitava a agricultura e abastecia boa parte de Israel com os vastos trigais.

Burros eram animais valiosos no antigo Oriente, podiam ser associados com a realeza. Em 2003, paleontólogos descobriram os esqueletos de 10 burros alinhados em três sepulturas de barro que datam de 5.000 anos atrás, quando o Egito ainda estava sendo formado um Estado. Os esqueletos de burros também foram encontrados ao lado da cova de um dos primeiros faraós na região de Abidos, Egito.

O mesmo animal encontrado em Israel pode ter um simbolismo importante para cultura também. “O fato deste animal particular nunca ter sido usado para fazer algum tipo de trabalho duro e ter um enterro desta forma indica alguma importância”, diz a equipe liderada pelo arqueólogo Guy Bar-Oz, da Universidade Israelense de Haifa.

A idade do burro encontrado é estimada em quatro anos, ao seu lado esquerdo com os membros cuidadosamente dobrados foi encontrado um freio de cobre e um bocal utilizado para ajudar a orientar animais, encontrado dentro de sua boca.

"A ausência de qualquer sinal de desgaste sobre os pré-molares inferiores indica que o animal não foi montado ou conduzido durante longos períodos de tempo", escrevem os pesquisadores em um artigo publicado esta semana na revista PLoS ONE.

O animal ainda não possuía todos os dentes permanentes, o que indica que ele era muito jovem para ser um animal de tração.

Para os pesquisadores este foi o único freio de cobre encontrado dentro da boca de um equino feito na Idade do Bronze, que provavelmente serviu como um símbolo de status, evocando os carros que puxavam soldados, pessoas de alta posição, e em um contexto ritualístico.

>>>Espalhe esta matéria para seus amigos no facebook, twitter ou orkut!

Fonte: LiveScience Foto: Reprodução / PLoS ONE

Mistério

Fashion

A busca da humanidade por extraterrestres.

O início dos mistérios ufológicos.

Especial

Fashion

Terrível caracol é o

animal mais venenoso

do mundo

Dossiê

Sport

Conheça o animal mais

resistente do mundo,

o Tardígrado!