Possível barco-túmulo associado aos Vikings é encontrado na Noruega

de Merelyn Cerqueira 0

barco-túmulo-vikings_capa

Arqueólogos do Instituto Norueguês para Pesquisa do Patrimônio Cultural (NIKU) revelaram ter encontrado na Noruega, em depósitos naturais, um barco-túmulo associado ao período Viking.

 

Escavações revelaram que apesar de não estar completamente intacto, pregos e parafusos indicavam que ele havia sido enterrado ali. Os restos do barco indicam que ele tinha pelo menos 4 metros de comprimento e estava repleto de ossos. Embora os arqueólogos tenham certeza de que se tratavam de ossos humanos, ainda farão testes de DNA para confirmar e oficializar a descoberta. As informações são da NIKU.no.

barco-túmulo-vikings_1 

Outros achados incluem uma pequena folha de bronze, que estava próximo a um dos ossos, bem como prováveis itens pessoais dos mortos. “Num poço cavado no meio do barco encontramos um pedaço de colher e parte de uma chave de baú”, disse o arqueólogo Ian Reed. “Se isso é do túmulo, provavelmente pode ser datado entre o sétimo e décimo século”.

barco-túmulo-vikings_2 

De acordo com o arqueólogo Knut Paasche, também do NIKU, é possível que o barco tenha sido enterrado no chão para ser usado como caixão para os mortos. Segundo ele, barcos-túmulos não são considerados incomuns na Noruega. No entanto, esta é a primeira vez que um é encontrado em uma região tão central da cidade, o que sugere que pode ser ainda mais antigo do que o previsto.

barco-túmulo-vikings_3 

Este se refere a um Trondheim mais antigo que a cidade medieval”, disse Paasche. “Outros assentamentos Viking, como Birka, Gokstad ou Kaupang possuem seus barcos-túmulos mais próximos de centros comerciais”, salientou.

barco-túmulo-vikings_4 

Paasche afirmou ainda que o barco é semelhante a um veleiro de tamanho médio, semelhante aos modelos “Nike Viking”. É possível que ele tenha sido criado no Período Viking, entre os séculos VII e X, quando os Vikings começaram a sair da Escandinávia em direção à Grã-Bretanha, Normandia, Islândia e Groenlândia.   

[ Niku ] [ Fotos: Reprodução / Niku ]