Jornal Ciência

Conhecimento é tudo.

You are here Meio Ambiente Animais Quais são os ovos mais resistentes da natureza?

Adicionem o Jornal Ciência no Google + :)

Quais são os ovos mais resistentes da natureza?

Ovos são estruturas bem frágeis, embora carreguem as futuras gerações de várias espécies de animais.

Quem mexe com eles na cozinha sabe bem disso. Mas nem todos os animais são como as aves, que põem ovos relativamente “frágeis”. Alguns tiveram que desenvolver verdadeiras minifortalezas para proteger a prole de ambientes hostis ou até mesmo tóxicos.

E o dono dos ovos mais resistentes do mundo é um pequeno crustáceo chamado Eucypris virens, habitante de pequenos lagos da Europa e da Ásia Central. Quando dentro dos ovos, suas crias ficam protegidas de congelamento, irradiação, água salgada, enzimas digestivas, falta de oxigênio e até pesticidas.

Propagação assexuada

Este crustáceo, da família dos ostracodes, pode ser confundido com um molusco por ter seu corpo protegido por conchas duras. Ele pode existir tanto na forma assexuada quanto na sexuada, sendo esta última encontrada no sul da Europa, particularmente na Espanha. Curiosamente, esta espécie produz um dos maiores espermatozoides no mundo animal: com 1 cm! Eles podem medir muito mais que o próprio animal.

Mas as espécies assexuais se espalharam muito mais, pois elas são rápidas no processo. Com apenas um indivíduo, é possível colonizar uma área inteira em pouco tempo, o que explica a sua rápida chegada ao norte após o derretimento das geleiras no fim da Era do Gelo. Mas é errado pensar que eles existam em todos os lugares, pois uma análise genética conduzida em 2010 sugeriu que ao menos 40 espécies diferentes poderiam estar sendo confundidas como uma só, sendo só uma reconhecida.

Vida no lago

Este ostracode vive em lagos que secam após algumas semanas ou meses. Para garantir a sobrevivência, eles põem pilhas de “ovos de descanso” que sobrevivem se forem deixados nestes lagos secos, esperando o retorno da água para rachar.

Para estudar a rigidez dos ovos, Jochen Vandekerkhove, da Universidade de Gdańsk, Polônia, submeteu os ovos de ambas as espécies (sexuais e assexuais) a verdadeiros testes de resistência com a ajuda dos colegas.

As etapas do “teste” incluíam congelamento a -72 ºC por três semanas, exposição a radiação ultravioleta B por 10 horas, ausência de oxigênio por uma semana, exposição a quatro enzimas digestivas diferentes, água salgada e inseticida. Ovos controle foram guardados no escuro sem água.

O único teste que afetou os ovos foi o de raios ultravioletas B, que atrasaram a abertura dos ovos assexuados. No resto dos testes, todos continuaram sadios, em ambas as espécies. Os resultados do teste mostram que os E. virens são um dos animais da elite de sobreviventes a vários tipos de hostilidades diferentes.

O único animal que pode derrotá-los são os ursos d’água, (também chamados de Tardígrados, eles foram abordados pelo JC), pequenos invertebrados que já foram confirmados como capazes de resistir a temperaturas pouco acima do zero absoluto, -273º C, e ao vácuo do espaço. Só falta enviar os ovos do E. virens para ver se eles resistem no espaço sideral.

>>>Espalhe esta matéria para seus amigos no facebook, twitter ou orkut!

Fonte: NewScientist Foto: Reprodução / esrf.eu

Mistério

Fashion

A busca da humanidade por extraterrestres.

O início dos mistérios ufológicos.

Especial

Fashion

Terrível caracol é o

animal mais venenoso

do mundo

Dossiê

Sport

Conheça o animal mais

resistente do mundo,

o Tardígrado!