Jovem raspa cabeça para doar cabelo à pacientes com câncer e é punida por “infringir regras da escola”

de Merelyn Cerqueira 0

Niamh Baldwin, 14 anos, da Inglaterra, foi punida por sua escola, a Mounts Bay Academy, em Cornualha, no Reino Unido, por infringir as regras ao aparecer com a cabeça raspada para a aula.

 

Baldwin teria cortado os cabelos em um movimento para arrecadar dinheiro para a organização de caridade Little Princess Trust, que atende meninas portadoras de câncer. No entanto, ao invés de enaltecer a atitude da adolescente, a escola a colocou em isolamento porque seu corte de cabelo de “grau um” não cumpria com a política de aparência, segundo informações do jornal Metro.

garota-raspa-cabeca

Ela foi injustamente punida”, disse a mãe da jovem, Anneka, de 32 anos. “Fiquei espantada quando ela me disse que queria fazer isso durante o Natal. Achei que foi a coisa mais corajosa que já fez, especialmente aos 14 anos. Nesta idade, muitas garotas se importam muito com a aparência e estilo, para fazer algo assim, todos ficamos muito orgulhosos“.

A atitude de repreensão da escola deixou Anneka furiosa, que rebateu a escola por suas ações. “Estou muito chateada que a escola tenha feito isso porque seu cabelo precisa de uns centímetros a mais”, disse. “Niamh sempre teve notas e comentários excelentes de todos os seus professores e todos sempre dizem que ela é uma garota incrivelmente educada e encantadora. Isso não mudou por causa de um corte de cabelo e para mim isso discriminação”.

garota-raspa-cabeca_2

A Mounts Bay Academy, por outro lado, insiste que as regras devem ser aplicadas e nem mesmo aos meninos são permitidos cortes tão curtos. “Isso tem estado em nossa política de comportamento por muitos anos”, disse a diretora Sara Davey. “Os cortes de cabelo extremos, incluindo raspar a cabeça, nunca foram permitidos e isso é comum para escolas em todo o Reino Unido.”

Todos os alunos conhecem a política escolar e também conhecem as consequências. Se Niamh tivesse perguntado à escola, teríamos sugerido uma ideia alternativa para a angariação de fundos”, afirmou.

garota-raspa-cabeca_1

Estou surpresa que a família não tenha falado com a escola antes tomar essa decisão, pois poderíamos ter evitado esta situação completamente. Niamh teve acesso a isso em suas aulas de inclusão, pois temos materiais extensivos disponíveis para estudantes”, disse a diretora, acrescentando que tentaria resolver a situação com a mãe da jovem.

Seria razoável nas circunstâncias sugerir que Niamh use um lenço de cabeça até que seu cabelo cresça o suficiente, por exemplo“.

[ Metro ] [ [ Fotos: Reprodução / Metro ]

deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado

Você pode usar tags e atributos em HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!